CidadesCuriosidadesMenu Principal

Bahia: Ações culturais de diversas linguagens movimentam o estado

foto5
Nesta segunda-feira (5), em Várzea da Roça, no Piemonte da Chapada Diamantina, será realizado o Jam na Feira | FOTO: Divulgação/SecultBA |

Teatro, audiovisual, dança, exposições, festivais, mostra de cinema, oficinas, debates e feiras de economia criativa. É o que o mês de outubro reserva para a programação cultural de diversos territórios de identidade da Bahia. As ações têm apoio financeiro do Governo do Estado, por meio do Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) e das secretarias estaduais da Fazenda (Sefaz-BA) e Cultura (Secult).

Iniciando a programação, acontece, até o próximo dia 12, o 8ª Festival Nacional de Teatro Infantil de Feira de Santana (Fenatifs), com atividades formativas, apresentações de espetáculos convidados e de espetáculos selecionados via edital, compreendendo as categorias de Mostra Nacional, Mostra Interior do Nordeste, Mostra Jovens Talentos e Mostra Talentos Mirins. Mais informações estão disponíveis no site da Companhia Cuca de Teatro.

Nesta segunda-feira (5), no município de Várzea da Roça, no Piemonte da Chapada Diamantina, será realizado o Jam na Feira, que desde agosto tem apresentado canções da música popular nordestina em shows musicais nas feiras-livres de 14 municípios do Território de Identidade da Bacia do Jacuípe. Mestres populares e os demais artistas de cada cidade são acompanhados por instrumentistas contemporâneos em um power trio, composto por bateria, baixo e guitarra.

O ‘Samba de Viola ‘Machete’ do Recôncavo Baiano, prevê a continuidade do processo de revitalização da feitura artesanal da viola ‘machete’, além de um mapeamento etnomusicológico e produção de registros audiovisuais em torno dos detentores ainda vivos do saber tradicional da prática dessa viola – os mestres violeiros-sambadores. Esse um instrumento musical é fortemente associado à prática do Samba Chula ou Samba de Viola, uma das modalidades mais raras do Samba de Roda do Recôncavo. O lançamento do projeto aconteceu no último sábado (3), na Casa de Samba de Santo Amaro.

Encontro sertanejo de cordelistas
Depois do show de Lançamento do CD ‘Nação Mameluco’’, do compositor, cantor e instrumentista Gil Camará, no Teatro Eva Herz, em Salvador, no sábado (3), o mesmo projeto realiza nesta quarta-feira (7) um bate papo musicado com o artista. Também na capital, o projeto ‘Visita Guiada Virtual’, realiza a produção de um vídeo documentário com dez minutos de duração, sobre 10 museus, mostrando o imóvel onde se encontram instalados, salas expositivas e parte do acervo. O documentário será apresentado no dia 15, para a Diretoria de Museus, do Instituo do Patrimônio Artístico e Cultural do Estado (Ipac).

O show do Coletivo Plugado na Rede acontece no dia 17, na Praça Tereza Batista, no Pelourinho, em Salvador. O projeto prevê produção, gravação, mixagem, masterização, de 14 músicas inéditas; um show de lançamento; um bate-papo musicado sobre as dificuldades dos músicos independentes e 500 cópias do CD ‘Coletivo Plugado na Rede’; e uma coletânea da nova geração de compositores baianos que ainda não gravaram CD e estão em destaque em suas cidades, buscando espaço no mercado musical de seu estado.

Entre os dias 15 e 20, o pátio da Igreja Católica, o município de Serra do Ramalho, no Vale do São Francisco, recebe o projeto ‘Cordel: a Poesia Encantada do Sertão’, que compreende diversas ações relacionadas ao universo da poesia popular – exposição de cordel, formação de professores, e encontro sertanejo de cordelistas. Além disso, inclui palestras, debates, saraus, declamações, cantorias, sessões narrativas de histórias autorais e populares, apresentações teatrais e de encenação do grupo de cavalhada Imperador Carlos Magno. Mais informações podem ser acessadas pelo blog do evento.

Mostra de cinema
O município de Brejões será sede do lançamento dos catálogos ‘Casarões do Vale: História, Patrimônio e Arte’, no dia 23. O projeto pretende dar visibilidade ao patrimônio arquitetônico e à história de municípios do Território do Vale do Jiquiriçá, por meio de análise da arquitetura de casarões e da memória coletiva em torno desses espaços como lugares importantes de memória, resultando na produção desse catálogo que contribuirá para a preservação da história regional, incentivando a preservação e valorização do Patrimônio Material.

No dia 24, às 19h, acontece o projeto ‘Dois Dedos de Proza e Meia Dúzia de Versos’, no auditório municipal Ivonete Dias, na cidade de Maracás (centro sul), apresentando um momento literário com poeta Carlos Ribeiro, um momento musical com Júlio Lucas e leitura dramática com o grupo Concriz.

Vitória da Conquista recebe a ‘Mostra Cinema Conquista’, com exibição de filmes nacionais de longas e curtas-metragens, produzidos nos últimos dois anos, além da realização de conferências, oficinas audiovisuais, lançamentos de livros, debates, exposições e atividades culturais, com acesso gratuito para a população local, regional e de outras localidades. A programação, que foi aberta no domingo (4), no Centro Glauber Rocha de Educação e Cultura, prossegue até o próximo sábado (9) e envolve dez escolas municipais e o Teatro Glauber Rocha, da Universidade Estadual do Sudoeste (Uesb).

Ações até novembro
Entre os dias 23 de outubro e 1° de novembro, Salvador recebe o Festival Internacional de Artes Cênicas da Bahia (Fiac Bahia), que apresentará uma mostra composta por espetáculos internacionais, nacionais e locais, com estéticas variadas, compondo um recorte panorâmico da produção contemporânea.

Também haverá uma programação paralela, com oficinas, bate-papos, palestras, formação de platéia e ações complementares voltadas para o desenvolvimento das artes cênicas, incentivando os encontros, a reflexão, novas idéias e trocas diversas. O festival será realizado nos diversos teatros da capital e abertura no dia 23 está prevista para às 19h, no Teatro Icba, no Corredor da Vitória.

No período de 28 deste mês a 5 de novembro tem o Panorama Internacional Coisa de Cinema, no Espaço Itaú de Cinemas Glauber Rocha, em Salvador, e no Cine Teatro Cachoeirano, em Cachoeira. O evento terá uma programação diversa, com a competição para filmes nacionais (longas e curtas); competição para filmes baianos e curtas internacionais; mostra não competitiva de filmes nacionais e internacionais; homenagem a Carlos Reichenbach; sessão Animage (festival mundial de animação); debate com diretores, atores, jornalistas e críticos de cinema da Bahia e do Brasil com a presença de curadores e programadores internacionais; oficinas e trabalhos especiais com escolas.

O Centro de Cultura João Gilberto, em Juazeiro (norte), será sede, no dia 31, do projeto itinerante ‘Interação Danças Urbanas’, que busca fortalecer iniciativas culturais por meio das danças ligadas a cultura Hip-Hop nas cidades de Simões Filho, Feira de Santana, Santo Estevão e Juazeiro. Promovendo workshops, bate-papos, intercâmbio artístico e a realização de festivais. No mesmo dia, na Livraria Cultura, em Salvador, e livrarias online, será realizado o projeto ‘10 lendas dos Orixás’, uma publicação animada contando as lendas das entidades.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios