AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Bombeiro desabafa sobre equipe enviada à Chapada Diamantina: “Não é suficiente”

foto5
Combates a incêndios no Parque Nacional da Chapada Diamantina já duram mais de uma semana | FOTO: Reprodução/Dimitri Argolo Cerqueira |

Um dos bombeiros que têm trabalhado na tentativa de conter os focos de incêndio na região do Parque Nacional da Chapada Diamantina (PNCD) desabafou, neste sábado (14), sobre as condições de trabalho no local. De acordo com o oficial, que preferiu não se identificar para evitar exposição, os bombeiros voluntários não têm recebido diárias de alimentação e estadia.

“Sobre a Chapada, fui [parte da] sexta turma a viajar para combate a incêndios, a sétima está lá. Cada turma fica 10 dias e, acredite, somente a primeira havia recebido as diárias de alimentação e estadia. Todos os bombeiros que estão lá voluntários [não receberão extras para essa missão], estão sem receber as diárias para custear estadia e alimentação. As diárias da segunda turma saíram anteontem. A terceira, quarta, quinta, sexta e a sétima estão sem receber e pagaram para comer”, disse.

Leia também:
Governo baiano vai acompanhar de perto a situação dos incêndios na Chapada Diamantina
Fogo deixa rastro de destruição na Chapada Diamantina; focos voltam em Ibicoara e Vale do Capão
Suspeito de atear fogo no Parque Nacional da Chapada Diamantina é detido pela polícia

O bombeiro ainda afirmou que a quantidade de oficiais presentes na Chapada Diamantina não é suficiente para conter o fogo. “O Corpo de Bombeiros da Bahia tem menos de 2 mil militares para toda a Bahia, várias cidades sem bombeiros, apenas 16 militares de Salvador viajaram na sétima turma. Não é suficiente”. As informações foram extraídas na íntegra do site Bahia Notícias.

Confira vídeo do combate a incêndio na Chapada Diamantina:

Etiquetas
Mostrar mais

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Pular para a barra de ferramentas