Brasil: PF investiga processos de aquisição de termelétricas no governo FHC

Postado em out 6 2016 - 1:13pm por Jornal da Chapada
foto6

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso informou por meio de sua assessoria que “não tem informações sobre este inquérito” | FOTO: Montagem do Brasil 247 |

Um inquérito para apurar a suspeitas de um esquema de corrupção nos processos de aquisição de termelétricas pela Petrobras entre os anos de 1999 e 2001, no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), foi aberto pela Polícia Federal (PF) no âmbito da Operação Lava Jato. De acordo com o blog do jornalista Fausto Macedo, o inquérito, que envolve as empresas Alstom/GE e NRG, teve como ponto de partida a delação premiada do ex-diretor da área internacional da Petrobras Nestor Cerveró.

Na época, ele exercia o cargo de gerente do Departamento Industrial da companhia. Segundo o depoimento de Cerveró, a primeira empresa a fornecer turbinas para a Petrobras foi a ABB, em 1999. A empresa foi comprada pouco depois pela Alstom, e depois incorporada a GE.

“Nessa primeira aquisição de turbinas já houve o pagamento de propina; que a propina foi negociada com o representante da ABB no Rio de Janeiro”, disse Cerveró em seu depoimento. “Se acertou o pagamento de uma propina de US$ 600 mil a US$ 700 mil para o próprio declarante e um valor um pouco menor, do qual o declarante não tem conhecimento, aos funcionários que trabalhavam com o declarante na Petrobrás”, diz um trecho da delação.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso informou por meio de sua assessoria que “não tem informações sobre este inquérito, mas sempre é favorável que denúncias sejam apuradas”. Já a GE disse não ter sido notificada sobre o inquérito. As informações são do Brasil 247.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.