Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundo

Odebrecht fez lista com deputados que criticaram corrupção durante votação do impeachment

foto56
Imbassahy, Daniel Almeida e Aleluia estão nessa lista | FOTO: Montagem do Bocão News |

A planilha da Odebrecht que detalha pagamentos de propina a políticos contém o nome de quatro deputados federais que criticaram corrupção durante a votação do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Dos quatro, três foram favoráveis ao impeachment: Antônio Imbassahy (PSDB-BA), Duarte Nogueira (PSDB-SP) e José Carlos Aleluia (DEM-BA). Contra o impeachment, Daniel Almeida (PC do B-BA), também foi listado pela empreiteira e se opôs a corrupção na sessão que apreciou o impeachment. A relação de políticos que receberam pagamentos da empreiteira em troca de vantagens faz parte da delação premiada de Cláudio Melo Filho, ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht, que ainda não foi homologada.

De acordo com informações da Operação Lava Jato, Imbassahy recebeu R$ 300 mil na campanha de 2014. Ao proferir o seu voto favorável à saída de Dilma, ele equiparou o voto contra o impeachment em uma parceria com “um governo do retrocesso, do vale-tudo, mergulhado na corrupção”. Já Aleluia, ao proferir o seu voto, disse que Dilma “não é honrada” e que ela “roubou na refinaria, roubou na Petrobras e roubou em Belo Monte”. Do outro lado do espectro ideológico, Almeida se dirigiu ao então presidente da Câmara e falou em uma “conspirata de corruptos liderada por vossa excelência, deputado Eduardo Cunha”. Procurados, todos os deputados afirmaram que as doações recebidas foram declaradas. Extraído do site Bocão News.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios