Artesanato baiano é destaque na maior feira do setor na América Latina

Postado em jul 24 2017 - 5:54pm por Jornal da Chapada
foto

Com apoio da Setre, artesãos do estado alcançaram quase R$ 140 mil em vendas na Fenearte | FOTO: Divulgação/Setre |

O artesanato baiano teve participação exitosa na 18ª Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), realizada no início deste mês, na cidade de Olinda, em Pernambuco. Os 41 artesãos do estado que participaram do evento tiveram um faturamento 130% maior do que o alcançado na edição de 2016: foram cerca de 3 mil peças comercializadas, totalizando quase R$ 140 mil em vendas e R$ 11 mil em encomendas.

A Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) realizou o transporte das peças e ofereceu apoio logístico durante todo o período de realização da feira, considerada uma das mais importantes vitrines do artesanato nacional e internacional.

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Os resultados positivos alcançados pela produção artesanal baiana na Fenearte reforçam a originalidade e a qualidade das nossas peças e a importância do esforço conjunto do Governo do Estado e do Programa do Artesanato Brasileiro para apoiar as artesãs e os artesãos baianos, fomentando novas oportunidades de negócios para o setor”, destaca a coordenadora estadual de Fomento ao Artesanato da Setre, Luciana Embilina.

Um dos grandes destaques foi o baiano Mestre Gerard, que vendeu todas as suas peças no primeiro dia da Fenearte. Convidado pela organização do evento para apresentar seu trabalho em uma área expositiva, o escultor e babalorixá é natural do município de Barra, na região do Vale do São Francisco, e tem o sincretismo religioso como marca de suas obras, confeccionando imagens em barro que retratam figuras de santos católicos e orixás do candomblé. As informações são da Setre.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.