#Bahia: Movimento dos professores alerta para desinteresse pela profissão

Postado em ago 17 2017 - 7:28pm por Jornal da Chapada
bahia]

As reivindicações passam também pelo não pagamento do piso salarial pela maioria dos municípios e estados brasileiros | FOTO: Divulgação |

Os professores levaram à frente a mobilização para garantir a aposentadoria especial da categoria e já conseguiram adesões em vários pontos do Brasil para que chegue até o Congresso Nacional a voz que vem das ruas. Educadores lidam diariamente com a falta de material didático, de alimentação escolar, de salas adequadas, e condições para o bom funcionamento das unidades educacionais. As reivindicações passam também pelo não pagamento do piso salarial pela maioria dos municípios e estados brasileiros e pela disposição do plenário da Câmara dos Deputados em votar pela retiradas dos direitos conquistados.

Através do site nossoprofesspormerece.com.br, os voluntários de todas as categorias profissionais podem participar com assinatura digital. O movimento pela aposentadoria no tempo certo, conquistado constitucionalmente e extensivo a todos os professores das redes pública, comunitária, privada e especial conquista adeptos e já ultrapassa os 22 mil apoiadores. Otimista, uma das Coordenadoras, Cinthia Carvalho, diz que o Movimento cresce à medida que os professores se atentam para proximidade da votação da Reforma da Previdência.

“Os jovens se desinteressam pela profissão. As precárias condições de trabalho e os baixos salários aliados à essa possibilidade de terem que trabalhar mais tempo para se aposentar afastam os candidatos à licenciatura. Já faltam professores de Matemática e Física em muitas escolas brasileiras. É o retrato da situação do magistério. Por isso, a categoria está empenhada em conquistar dias melhores”.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.