#Bahia: Político de Ibotirama é liberado da cadeia após ser preso com arma de uso restrito

Postado em mar 4 2018 - 3:45pm por Jornal da Chapada
foto

Jean Charles diz que vem sendo alvo de ameaças após a morte do irmão, assassinado em março de 2006 | FOTO: Divulgação |

Na última sexta-feira (2) foi solto o presidente da Câmara de Vereadores de Ibotirama, no oeste da Bahia, Jean Charles Alexandre (PSD), após ser preso em flagrante com uma pistola ponto 40, que é de uso restrito da polícia. O edil afirmou que a arma localizada era do amigo que estava com ele no veículo, Francisco Rodrigues Coelho Júnior, de 31 anos. Disse também que, no momento em que foi preso, no bairro Iguatiraminha, tentava localizar um carro que teria rondado a casa onde ele mora, para denunciar à polícia. Francisco foi liberado para responder em liberdade pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.

Jean Charles diz que vem sendo alvo de ameaças após a morte do irmão, assassinado em março de 2006. Ele diz receber telefonemas de número restrito. “Já venho sofrendo ameaças há algum tempo. Há quase doze anos, meu irmão foi assassinado e estou na luta pra que o assassino seja julgado. Por isso, tenho sido ameaçado, sobretudo após o julgamento ser marcado, há dois meses. Na noite de anteontem, eu não estava em casa, mas um vizinho disse que um carro passou na minha porta três vezes. E na ânsia de me defender, cometi o erro. Chamei um amigo, expliquei a situação e pedi que ele fosse à cidade comigo para tentar localizar o tal carro para denunciar à polícia. Meu amigo foi armado e acabamos sendo parados na blitz”, disse.

“Era uma blitz de rotina. Desci do carro e me identifiquei. Não fizeram nada comigo. Perguntaram se tinha arma no carro, depois acharam a arma e fomos para a delegacia. A polícia fez o papel dela. A lei tem que ser igual para todos, inclusive para vereadores. Na delegacia, contei toda a verdade, assumi tudo. Eu disse que fui eu quem tinha chamado o rapaz para ir comigo. Não ia deixar ele sozinho com esse pepino nas mãos”, destacou.

O vereador disse que permitiu que o amigo o acompanhasse armado porque queria se proteger. “Foi um erro, mas isso aconteceu porque queria preservar a minha integridade e a integridade da minha família. Perdi meu irmão há 11 anos e fiquei com medo desse carro que rondou a minha casa e que foi flagrado pelas câmeras de segurança”, destacou. A Câmara de Vereadores de Ibotirama informou através da assessoria jurídica que após ser solto, Jean Charles compareceu à casa legislativa para conversar com funcionários sobre o que ocorreu. A delegacia de Ibotirama informou que as supostas ameaças relatadas pelo vereador estão sendo investigadas. Jornal da Chapada com informações do G1BA.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.