Datafolha aponta que Lula, mesmo preso, lidera corrida presidencial; Bolsonaro e Marina crescem

Postado em abr 15 2018 - 9:56am por Jornal da Chapada
capa

Lula segue na liderança e atrás aparecem Bolsonaro e Marina | FOTO: Montagem do JC |

Uma pesquisa do Instituto Datafolha foi divulgada neste domingo (15) pelo jornal ‘Folha de S.Paulo’ com índices de intenção de voto para a eleição presidencial de 2018. Foram feitas 4.194 entrevistas entre 11 e 13 de abril, em 227 municípios. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. O brasileiro que a maioria dos eleitores pretende conduzir à presidência da República em 2018 está preso. A nova pesquisa aponta que Lula aparece com 31% dos votos, mais do que o dobro do segundo colocado, Jair Bolsonaro (PSL), que tem 15%.

Na sequência aparecem Marina Silva (Rede), com 10%, Joaquim Barbosa (PSB), com 8%, Geraldo Alckmin (PSDB), com 6%, Ciro Gomes (PDT), com 5%, Alvaro Dias (Podemos), com 3%, Manuela D’Ávila (PCdoB), com 2%, Fernando Collor (PTC), com 1%, Henrique Meirelles (MDB), com 1%, Rodrigo Maia (DEM), com 1%, e Flávio Rocha (PRB), com 1%. O número de Lula é menor do que o da pesquisa anterior, quando ele tinha 34%, mas pode ter sido afetado pela entrada de Joaquim Barbosa, que tem 8%, e também por toda a repercussão de sua prisão. Lula também supera com facilidade qualquer adversário no segundo turno, seja Bolsonaro, Alckmin ou Marina.

O PT ainda considera o ex-presidente candidato do partido ao Planalto e diz que irá registrá-lo dia 15 de agosto. A condenação em segunda instância, no entanto, faz com que ex-presidente se enquadre na Lei da Ficha Limpa. O registro depende de aprovação do Tribunal Superior Eleitoral. O levantamento divulgado neste domingo é o primeiro após Lula ter sido preso.

O Datafolha traçou 9 cenários na corrida presidencial. Lula aparece em três deles e oscila entre 30% e 31%, à frente do deputado Jair Bolsonaro, que varia entre 15% e 16%, e Marina Silva, com 10%. Nos outros seis cenários, sem a presença do ex-presidente Lula, Bolsonaro e Marina Silva aparecerem tecnicamente empatados. O deputado federal lidera com 17% e a ex-ministra oscila entre 15% e 16%.

Em todos os cenários, o instituto de pesquisa colocou o nome do ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, apontado pelo seu partido, o PSB, como pré-candidato ao Planalto. Barbosa, que ainda não admitiu publicamente se será ou não candidato, oscila entre 8% e 10% das intenções de voto. Já o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, pré-candidato do PSDB, aparece com 6% e até 8% no melhor dos cenários.

Veja aqui todos os cenários previstos…

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.