CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Valmir cobra de Temer recursos para políticas sociais e agrárias: “Cortou para fazer propaganda”

valmir
O deputado federal Valmir Assunção | FOTO: Divulgação/Jonas Santos |

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) bradou quando descobriu que o Ministério do Planejamento do governo de Michel Temer (MDB) realocou R$ 209 milhões na Secretaria de Comunicação da Presidência – dinheiro que saiu de programas que combatem a violência contra a mulher e programas de reforma agrária. As informações foram publicadas pela coluna Painel, da Folha de S. Paulo. Para Assunção, Temer cortar recursos importantes para o povo “em detrimento de publicidades das reformas impopulares que ele tenta enfiar goela abaixo do brasileiro é um absurdo”. O parlamentar baiano ainda criticou a resposta do governo de que se trata de uma “recomposição do recurso”.

Valmir também salienta que os cortes em políticas agrárias e sociais foram radicais. “Os cortes no orçamento da reforma agrária foram severos. Alguns programas, como o PAA e o programa de obtenção de terras tiveram cortes de até 80%. Enquanto isso, o governo gastou mais de R$ 100 milhões para propagandear mentiras sobre a reforma da previdência. Obviamente, esse dinheiro veio de algum lugar e precisa ser investigado. É inaceitável que programas estruturantes, tais como a reforma agrária e o combate à violência contra a mulher, contra o feminicídio, sejam secundarizados em nome da propaganda de governo”, completa o parlamentar petista.

Etiquetas
Mostrar mais

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Pular para a barra de ferramentas