Chapada: Ocupação de área devoluta em Cafarnaum chega a 300 famílias acampadas em dois dias

Postado em maio 3 2018 - 12:56pm por Jornal da Chapada
ocipa

As barracas estão sendo levantadas e até o fim de semana o acampamento estará concluído, segundo informa o grupo | FOTO: Divulgação |

O Movimento por Terra e Moradia (MTM) realizou, na última terça-feira (1ª de maio), uma ocupação em um terreno da União na região de Cafarnaumzinho, no município de Cafarnaum, na Chapada Diamantina. A movimentação começou com 150 famílias, mas já chegou a 300, nesta quinta, e tem previsão de ser composta pelo total de 500 até o próximo domingo (6).

Segundo um dos coordenadores do MTM, Mourival José de Souza, o local é uma terra devoluta, “aquelas terras públicas sem destinação pelo Poder Público e que em nenhum momento integraram o patrimônio de um particular, mesmo estando de sua posse irregularmente”.

A pauta de reivindicação do movimento social é o reconhecimento pelo Estado e a titulação para os acampados. Os ocupantes devem enviar um grupo ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em Salvador, com a pauta em mãos para seguir com os debates. As barracas estão sendo levantadas e até o fim de semana o acampamento estará concluído, segundo informa o grupo.

Ainda conforme a coordenação da ocupação, o lugar do acampamento foi definido em 2.800 hectares, onde serão realizados cultivos de mandioca e criação de ovinos e caprinos, já que a área é propícia para isso. O MTM afirmou que pedirá a posse dessa e de outras áreas, como as de Morro do Chapéu, Canarana e Mulungu do Morro.

Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.