#Bahia: Comunicadores de Irecê reclamam que foram alvos de perseguição de prefeito

Postado em jul 31 2018 - 1:00pm por Jornal da Chapada
capa

O gestor Elmo Vaz teria mandado retirar a placa de led do grupo de comunicação que ficava no centro da cidade | FOTO: Montagem do JC/Divulgação | 

Os comunicadores da cidade de Irecê têm se queixado do tratamento dado pelo prefeito Elmo Vaz (PSB). Conforme mensagens divulgadas como sendo do gestor em um grupo de mensagens instantâneas da União das Prefeituras do Platô de Irecê (Unippi), ele teria instigado os 21 prefeitos que compõem a microrregião para lutar contra notícias negativas para sua gestão. No texto, supostamente de autoria de Vaz, o gestor se queixa que seus colegas não estão o defendendo das “mentiras” contra ele. A mensagem é clara e diz que caso a classe não tome uma atitude contra uma emissora de rádio local, ele se desligaria e iria seguir sua vida sozinho.

No entanto, nenhum dos prefeitos se mostrou disponível a lutar pelo caso. “Enquanto emissoras de rádio continuarem fazendo o que fazem e sempre fizeram com os prefeitos e todos continuarem olhando cada um para seu umbigo seremos todos reféns delas e cada vez mais desmoralizados. O povo já sabe: não fala bem porque não paga. Se a Unippi nada pode fazer eu estou informando o meu desligamento da instituição e vou cuidar de minha vida sozinho”, retruca o trecho da carta cuja autoria é direcionada a Elmo, que acabou vazando nas redes sociais. No fim da mensagem o autor pede que seu conteúdo não seja divulgado.

“Pois ela não é pública e quando assim quiser fazer será por minha conta”, dizia. No último domingo (29), segundo o site Irecê Acontece, em mais uma atitude revanchista contra a rádio, o gestor mandou retirar a placa de led do grupo de comunicação que ficava no centro da cidade e ainda mobilizou alguns funcionários para fazerem foguetório durante a retirada. Jornal da Chapada com informações dos sites Bahia Municípios e Irecê Acontece.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

1 Comentário Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.