Chapada: Esgotamento sanitário de Itaberaba alcança 70% de alcance previsto pela Embasa

Postado em jan 9 2019 - 3:44pm por Jornal da Chapada

O investimento da obra é da ordem de R$ 70 milhões | FOTO: Divulgação |

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) divulgou esta semana a atualização do serviço de esgotamento sanitário de Itaberaba, município localizado na Chapada Diamantina. De acordo com as informações, a obra já foi concluída em partes da cidade, e alcançou 70% do total de esgotamento previsto. A empresa garantiu que a parte de embutir as tubulações, que causa o quebra-quebra de ruas e transtornos para a população, já acabou, e que no Barro Vermelho o sistema já está em funcionamento. Agora, 500 casas no bairro tem esgotamento sanitário.

Para Marta Bispo, presidente da Associação de Moradores, “já melhorou bastante o mau cheiro, e acreditamos que vai melhorar muito mais quando os outros bairros também estiverem contemplados”. Logo, os bairros São João e Nova Itaberaba também já estarão operando. O sistema completo prevê 160 mil metros de redes coletoras de esgoto, seis estações de bombeamento, além de uma grande estação de tratamento de esgoto. Em pleno funcionamento, o número passa de 11% para 75% de cobertura, com coleta, tratamento e destinação adequada do esgoto no município.

O investimento é da ordem de R$ 70 milhões. “Atualmente, a maior parte dos esgotos dos imóveis é lançada irregularmente pelos moradores e vai parar no Rio Piranhas ou no Riacho do Feijão. O novo sistema vai contribuir com a despoluição da Bacia Hidrográfica do Rio Paraguaçu”, informou o gerente regional da Embasa em Itaberaba, Gustavo Ferreira.

“Por ser uma obra politicamente impopular, nenhum gestor anterior quis assumir esse ônus. Eu penso que os riscos que a falta do saneamento oferece estão acima de questões políticas, e o gestor comprometido não põe em xeque a saúde da população. Muitos já reclamaram da obra, há muito desconforto, mas ao chegar num patamar desses, a gente vê que valeu a pena enfrentar o desgaste. É saneamento básico, é saúde. E isso sim, é importante”, relatou o prefeito Ricardo Mascarenhas (PSB), da gestão ‘Cidade de Todos’.

Quando estiver em pleno funcionamento o sistema de esgotamento sanitário de Itaberaba vai abranger os bairros de Roda Viva, Escurinha, Dois de Abril, Urbis, parte da Alamedas das Umburanas, parte do Alto das Árvores, Morro das Flores, Matadouro, Monte, Derba, Loteamento Bahia, Campo do Governo, Independente, Paroquial, Caititu, Malvinas, Batalhão, Alto da Bela Vista, Concic, parte do Rodoviário, Loteamento Costa e Silva, Nova Itaberaba, São João, Centro, Primavera, Oriente, Beira Rio, Barro Vermelho, Loteamento Fluminense, Irmã Dulce, RM e Açude Novo. Jornal da Chapada com informações de assessoria.

Leia também

Itaberaba: Rede Municipal de Ensino realiza ‘Dia D’ da matrícula nesta sexta com participação de autoridades

Chapada: Prefeitura de Itaberaba garante que ExpoParaguaçu 2019 será a maior de todos os tempos

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.