CidadesCuriosidadesEconomiaMenu Principal
Trending

Para desenvolver ações na região, comitiva do governo estadual visita municípios da Chapada Diamantina

A comitiva vai debater, por exemplo, a ampliação da oferta hídrica da sub-bacia hidrográfica do rio Utinga

Desta quinta-feira (12) até o sábado (14), uma comitiva do governo estadual visitará municípios da chapada Diamantina para atuação colaborativa no desenvolvimento da região. Participam da iniciativa o secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs), Leonardo Góes, juntamente com o superintendente de Infraestrutura Hídrica, Celso Magalhães e o diretor de Segurança Hídrica, Marcelo Abreu. Eles estarão nas agendas conjuntas com a secretária de Ciência e Tecnologia, Adélia Pinheiro, e os secretários, João Carlos Oliveira, de Meio Ambiente, Lucas Costa, de Agricultura e Fausto Franco, de Turismo.

Na quinta (12) está programada uma visita ao município de Utinga, onde a Sihs estará realizando estudos para ampliação da oferta hídrica da sub-bacia hidrográfica do rio Utinga, como também identificando a possibilidade de construção de barragens de regularização e de nível ao longo do rio. O edital de licitação para a contratação de empresa que irá executar os estudos está previsto para ser lançado ainda este ano.

O edital de licitação para a contratação de empresa que irá executar os estudos na região do rio Utinga está previsto para ser lançado ainda este ano | FOTO: Jornal da Chapada |

Está programada também uma visita ao município de Mucugê, na sexta-feira (13), onde o Governo do Estado, por meio da Sihs, tem como importante ação a construção da Barragem de Casa Branca. Com o Termo de Compromisso entre a Sihs, e o Agropolo Mucugê/Ibicoara, já assinado, foram realizados estudos preliminares, para atualização do projeto original que incluíram a revisão dos estudos geotécnicos e do orçamento, além da verificação das jazidas.

A barragem de Casa Branca está projetada para armazenar de 22,37 milhões de metros cúbico de água, numa área total inundada de 394,0 hectares, com a construção de uma banca de 372,0 metros de comprimento, 5,0 metros de largura e altura total de 28,0 metros, a barragem de Casa Branca promoverá suporte hídrico para as atividades agropecuárias da região. Isso vai permitir o acréscimo de 1.100 hectares de cultivo irrigado, o que representa o incremento de 1.500 empregos diretos e 3.000 empregos indiretos, além de garantir a regularização da vazão do rio Capãozinho em 800 litros por segundo (90% de garantia).

“Esta agenda conjunta entre secretarias é fundamental para a ampliação de ações e identificação de projetos estruturantes que visam o desenvolvimento da região. O objetivo é agir de maneira transversal para elevar o potencial socioeconômico da agricultura e da gestão dos recursos hídricos para seus diversos usos”, avaliou o secretário Leonardo Góes. Na ocasião, serão discutidas também ações para o enoturismo, bionergia, preservação do meio ambiente e que envolvem o consórcio da Chapada, dentre outros temas. O objetivo é potencializar a atuação do Governo da Bahia no interior. As informações são de assessoria.

Etiquetas
Mostrar mais

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Pular para a barra de ferramentas