CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúde
Trending

Chapada: Casos de abandono de animais seguem altos por falta de fiscalização e aplicação da lei em Jacobina

No caso dos cães, é comum a criação sem qualquer compromisso com abrigo ou mesmo alimentação diária

Os casos de abandono de animais são inúmeros e parecem se perder de vista. Para onde se olha, existe algum pet vagando pelas ruas de Jacobina, município da Chapada Norte, em diferentes situações de saúde por falta de cuidados básicos tais como um lar, água e alimentação, e atenção básica de cuidados como vacinação, vermifugação e amor. Há anos protetores da causa animal do município vêm realizando, voluntariamente, série de ações para minimizar o sofrimento daqueles que, domesticados, demandam a presença de um tutor.

No entanto, a precária fiscalização, aliada à falta de tutoria responsável ou mesmo crueldade humana, têm propiciado métodos frequentes de maus-tratos. É fato que boa parte dos cidadãos desconhece os custos apropriados para manter o bem-estar de um animal de estimação. A situação parece se agravar quando envolvem cães e gatos, os mais numerosos principalmente quando se refere a abandono. No caso dos cães, é comum a criação sem qualquer compromisso com abrigo ou mesmo alimentação diária.

No âmbito municipal, a Lei nº 1.317 /2015 disciplina a criação, propriedade, posse, guarda, uso e transporte de cães e gatos, prevendo, além do registro em órgão específico, uso da plaqueta de identificação na coleira do animal. Para o descumprimento dessas e de outras exigências, aplicar-se-ia multa. No entanto, a lei não é aplicada e permanece praticamente na teoria desde a sua criação.

Para os Anjos das Ruas, grupo de voluntários com sede em Jacobina, apenas a castração em massa resolveria o problema recorrente da superpopulação e suas consequências. Com mais de 60 animais resgatados em lares temporários. A equipe se divide entre campanhas nas redes sociais, bem como através dos veículos de comunicação da cidade, especialmente rádios, jornais impressos e sites notícias, contando com a colaboração de outros militantes da causa para levantar, mensalmente, recursos imprescindíveis à quitação da dívida na clínica veterinária.

O grupo tenta manter projeto de castração de cães e gatos de rua. Porém o problema é que emergências vão surgindo e o valor arrecadado nem sempre supre todos os gastos. Reconhecendo a crueldade que ronda o município e a própria natureza humana, os Anjos das Ruas apostam na conscientização aliada à fiscalização/punição, que abrange multa e detenção, com base nas determinações da Lei Federal de Crimes Ambientais, nº 9.605/1998.

Leia a matéria completa em http://metamorfoseambulante.weebly.com/-proseando. Questões relacionadas ao recém-inaugurado Centro de Proteção Animal de Jacobina (Cepa), além de temas polêmicos, como eutanásia e maus-tratos, são destaques no texto.

Etiquetas
Mostrar mais

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Pular para a barra de ferramentas