CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal
Trending

“Bolsonaro humilha famílias pobres que se protegem da pandemia”, dispara Marcelinho

Somente em março foram 158.452 bolsas em todo o país canceladas.

Com o gabinete fechado para atendimento devido a Covid-19, o deputado estadual Marcelinho Veiga (PSB) segue utilizando as redes sociais para se comunicar com a base política e para criticar o método do governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Nesta sexta-feira (20), o parlamentar disparou contra o presidente cobrando a suspensão do cancelamento de quase 100 mil benefícios do programa de transferência de renda Bolsa Família somente no nordeste brasileiro.

“O que acontece é que Bolsonaro não tem liderança, não sabe o que é isso e é incapaz de sentir algo pelo próximo. Ele se vinga do povo pobre que não votou nele humilhando, fazendo famílias passarem até fome. É fato que depois que assumiu o governo federal o Brasil voltou ao mapa da fome e a pobreza extrema só aumenta. Agora, diferente do que foi anunciado como promessa, ele corta mais benefícios do Bolsa Família, em plena pandemia”, dispara Marcelinho.

Esta semana, os nove governadores da região nordestina emitiram documento exigindo de Bolsonaro a suspensão imediata dos cortes. Somente em março foram 158.452 bolsas em todo o país canceladas. “É um momento de calamidade, de pandemia, as pessoas estão morrendo por causa desse coronavírus. Mais de 60% dos cortes foram para o Nordeste, isso é perseguição. Um absurdo o que esse desgoverno tem feito”, completa o deputado. As informações são de assessoria.

Leia também

#Brasil: Governadores do Nordeste exigem de Bolsonaro suspensão do corte de 96 mil benefícios do Bolsa Família

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios