Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundoTop
Trending

#Mundo: OMS confirma novo recorde de casos de covid-19 e retira em definitivo hidroxicloroquina de testes

Em nota, a OMS, que suspendera a utilização do medicamento por falta de resultados, confirmou que o remédio, ainda defendido pelo governo do presidente Jair Bolsonaro, não será mais usado em suas pesquisas.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou no último sábado (4) sua decisão de retirar definitivamente a hidroxicloroquina de seus testes científicos. Também no sábado, a organização confirmou 212.326 mil casos por covid-19 em apenas 24 horas, novo recorde mundial. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo.

Em nota, a OMS, que suspendera a utilização do medicamento por falta de resultados, confirmou que o remédio, ainda defendido pelo governo do presidente Jair Bolsonaro, não será mais usado em suas pesquisas.

“O Comitê Diretor Internacional formulou a recomendação à luz das evidências para hidroxicloroquina e para lopinavir/ritonavir e de uma revisão das evidências de todos os estudos apresentados na Cúpula da OMS sobre pesquisa e inovação Covid-19, em 1 e 2 de julho”, apontou o comunicado.

No entanto, a OMS esclareceu que sua decisão “não afeta a possível avaliação em outros estudos de hidroxicloroquina ou lopinavir/ritonavir em pacientes não hospitalizados ou como profilaxia pré ou pós-exposição para a covid-19”.

No Brasil, as Forças Armadas produzem o medicamento e aumentaram sua produção a pedido do presidente Bolsonaro. Segundo o Ministério da Defesa já foram produzidos 1,8 milhão de comprimidos de hidroxicloroquina que estão estocados no Laboratório do Exército brasileiro. As informações são do jornal O Globo.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios