Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal
Trending

#Brasil: Salim Mattar pede demissão do Ministério da Economia e é mais uma baixa no governo de Bolsonaro

Mattar é fundador e ex-presidente do Conselho da Localiza e havia deixado suas funções na locadora para se dedicar à secretaria que cuidaria das privatizações.

Ministério da Economia perde dois colaboradores. A notícia foi dada pelo próprio ministro da Economia, Paulo Guedes, na última terça-feira (11). Pediram demissão do governo Bolsonaro o secretário especial de Desestatização, Salim Matar, e o secretário de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Paulo Uebel.

Mattar é fundador e ex-presidente do Conselho da Localiza e havia deixado suas funções na locadora para se dedicar à secretaria que cuidaria das privatizações no governo Bolsonaro. Segundo Guedes, o motivo da demissão seria a insatisfação de Mattar com o ritmo das privatizações de estatais. “O que ele me disse é que é difícil privatizar”, informa. No caso de Uebel, o ministro disse que o secretário deixou o cargo pela falta de andamento da reforma administrativa.

A confirmação foi feita por Guedes em entrevista coletiva após uma reunião entre o ministro e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Guedes reafirmou que não há apoio para uma eventual tentativa de furar o teto de gastos do governo. “Não haverá nenhum apoio do Ministério da Economia a fura-tetos. Se tiver ministro fura-teto, eu vou brigar com ministro fura-teto”, disse.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios