Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEsportesMenu PrincipalTop
Trending

#Chapada: Poda de árvore de cerca de 60 anos divide opiniões em Palmeiras; parte dos moradores fica indignada

Além de sua importância ecológica, a árvore era o local de realização do caruru do Grupo Ambientalista de Palmeiras.

A poda de uma árvore conhecida como ‘falsa-seringueira’, localizada na Praça Vivaldina Alves de Oliveira, no município de Palmeiras, na Chapada Diamantina, virou motivo de revolta nas redes sociais entre os moradores e frequentadores do local. O motivo é que o corte dos galhos da árvore realizado na última segunda-feira (21) – que se comemora o Dia da Árvore, por funcionários da prefeitura, teria sido, segundo os moradores, excessivo.

Em um post na rede social Facebook, diversos internautas expressaram indignação: “Hoje dia 21, Dia da Árvore e recebo essa triste imagem de uma árvore [quase] centenária de Palmeiras, que se encontra agora sem nenhum galho. Ato da atual gestão. Quanta irresponsabilidade”, diz uma internauta. “Se isso é uma poda, o profissional que fez, não tem conhecimento nenhum da profissão”; “Gente que absurdo, muita ignorância!”, disseram outros.

Outros defendem apontando que a poda radical renovará a copa. “Poda de rejuvenescimento, reconstituição e tratamento. Este tipo de poda tem por finalidade a retirada dos ramos doentes, praguejados, improdutivos e decrépitos ou ainda a reforma completa da copa, renovando-a a partir das ramificações principais eliminando dessa maneira os focos de pragas e doenças”, segundo um internauta

O local era utilizado para recepção de um caruru realizado pelo Grupo Ambientalista de Palmeiras | FOTO: Pat Grassmann |

Uma outra informação enviada ao Jornal da Chapada é de que a árvore era o local de realização do caruru do Grupo Ambientalista de Palmeiras (GAP). “Esse ano completa 18 anos do caruru do GAP. Eles realizavam debaixo dessa árvore”, revela um leitor do jornal.

Ainda segundo dados, o motivo da poda foi devido a solicitação de alguns moradores por estar causando prejuízos e tinha alguma parte da árvore que estava doente. No entanto, os moradores não esperavam que fosse uma poda radical. Já o secretário de Infraestrutura do município, Agilan Franco, aponta que moradores adjacentes à praça solicitaram a poda há muito tempo por trazer alguns transtornos.

“Há muito tempo solicitam a poda, pois, infelizmente por falta de ter sido feito isso em outras oportunidades a árvore estava trazendo alguns transtornos. Fizemos o que estava ao nosso alcance, tenha certeza, com o intuito de beneficiar os envolvidos, respeitando também a seringueira. Podemos ter exagerado, pedimos desculpas, mas tenho plena convicção que em breve a teremos bela, frondosa e crescendo sem problemas. A sustentabilidade está na forma como nós nos respeitamos e respeitamos a natureza”, destaca o titular da pasta Agilan Franco.

Jornal da Chapada

Veja vídeo enviado ao site

Leia também

#Chapada: Caminhão-pipa é flagrado por moradores sendo lavado por homens em rio de Palmeiras

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios