Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolíticaTop
Trending

#Chapada: Esposa de ex-prefeito de Itaberaba já recebeu mais de R$55 mil como assessora da Câmara dos Deputados

A ex-primeira-dama do município chapadeiro, apesar de ser vista constantemente na cidade, frequentando eventos políticos e sociais, é servidora do gabinete do deputado federal Otto Alencar Filho.

De abril de 2019 a setembro deste ano, Maíra Rodrigues Mascarenhas, esposa do ex-prefeito do município de Itaberaba, João Almeida Mascarenhas Filho (PL), recebeu um total de mais de R$55 mil como funcionária do gabinete do parlamentar federal Otto Alencar Filho (PSD-BA), na Câmara dos Deputados.

A ex-primeira-dama, apesar de ser vista constantemente na cidade, frequentando eventos políticos e sociais, uma portaria de nº 11.730, de 8 de abril de 2019, comprova que ela é servidora do gabinete do deputado federal filho do senador Otto Alencar (PSD-BA), mesmo morando em Itaberaba.

Veja aqui a nomeação

Segundo a publicação da sua nomeação, Maíra Mascarenhas ocupa o cargo de secretária parlamentar – SP (05), com um salário no contracheque mensal de R$3.263,44. Outra situação, que chamou a atenção dos apoiadores do ex-prefeito João Almeida Mascarenhas Filho, foi o fato da sua esposa estar recebendo salário tão alto, enquanto a maioria deles estarem desempregados.

“Estou estarrecida! Nunca sabia disso! Fiquei o tempo todo fazendo política para João Filho, sem receber nada e a esposa empregada em Brasília. Como é que uma mulher rica daquela, tira um emprego da boca de quem precisa”, critica uma pessoa muito próxima ao casal.

O Jornal da Chapada encaminhou e-mail para a Câmara dos Deputados, com o objetivo de obter a informação se Maíra Mascarenhas realmente já exerceu alguma atividade no gabinete do deputado federal Otto Filho. Até o fechamento da matéria não foram obtidas as respostas.

A ex-primeira-dama, juntamente com o marido, responde a uma ação cível de improbidade administrativa, que tramita na 3ª Vara do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). A ação, de n° 0000531-10.2017.4.01.3304, estava conclusa para sentença e no dia 7 de outubro de 2020, mas o Ministério Público Federal (MPF) pediu vistas.

“Vista ao MPF para fins de digitalização”, aponta a atualização do processo assinado pela juíza federal substituta Andreia Guimarães do Nascimento.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios