Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundo
Trending

#Polêmica: Médico de Alagoas defende ‘estupro culposo’ e utiliza abuso de criança de 13 anos como exemplo

No vídeo, é possível ver doutor Gerson Odilon Pereira fazendo uso de um contexto no qual ele trata uma criança de 13 anos como uma pessoa adulta, e ignora o fato de ter ocorrido estupro contra uma menor.

Médico defende ‘estupro culposo’ utilizando o abuso de uma criança de 13 anos como “exemplo” enquanto discursava. O caso ocorreu na última quinta-feira (5) durante a segunda edição do curso de Tratamento Precoce da Covid-19, que foi organizado pelo Conselho Regional de Medicina de Alagoas (Cremal), no município de São José da Tapera, em Alagoas.

No vídeo postado pelo Instagram @midianinja é possível ver o doutor Gerson Odilon Pereira, professor de medicina e bioética na Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e médico legista do IML Estácio de Lima, fazendo uso de um contexto no qual ele trata uma criança de 13 anos como uma pessoa adulta, e ignora o fato de ter ocorrido estupro contra uma menor, “uma mulher que tem treze anos, com corpo de mulher […] ele teve relação com essa pessoa de treze anos“.

O homem também afirma “o estupro culposo existe… no direito tem duas verdades”. O evento foi organizado pelo Cremal, onde o médico atua como um dos conselheiros efetivos. A instituição se auto define como uma autarquia federal sem fins lucrativos, que objetiva assegurar, defender, promover o exercício legal da medicina, boas práticas da profissão, o respeito e dignidade à categoria.

“Esse é o tipo de comportamento de uma pessoa que ocupa lugar de poder em uma instituição médica reconhecida. Representação típica de uma pessoa machista, misógina e que defende o estupro”, aponta leitor ao comentar a publicação do Mídia Ninja. O vídeo completo está disponível no canal de YouTube da TV Cremal. Jornal da Chapada com informações da Mídia Ninja.

Etiquetas

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios