CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolíciaTop
Trending

#Chapada: Esposa de homem apontado como agressor de duas idosas no município de Andaraí nega acusações

“Venho esclarecer que no dia do ocorrido, ele estava em Wagner trabalhando. E não esteve presente em Andaraí quando ocorreu o absurdo", aponta a esposa do homem.

Familiares do homem apontado como autor do ataque a duas idosas em Andaraí, na Chapada Diamantina, no dia 22 de novembro, com pauladas na cabeça, se manifestaram e negaram as acusações das vítimas, registradas em boletim de ocorrência da 13ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin). Em contato com o Jornal da Chapada nesta quinta-feira (3), a esposa do acusado disse que ele nem estava na cidade durante o ocorrido.

“Ouve-se um boato com o nome ‘do suspeito’, que foi registrado em B.O, onde ele teria agredido fisicamente duas idosas e, fotos estão sendo publicadas em grupos de WhatsApp. A notícia está se espalhando pela cidade e todos acham que foi ele o atuante do crime”, diz a esposa, ao defender o homem. A reportagem suprimiu o nome do suspeito deste texto e do anterior para não causar problemas para a investigação.

A esposa ainda fala sobre a ausência do suspeito no município por conta de estar trabalhando em outra cidade. “Venho esclarecer que no dia do ocorrido, ele estava em Wagner trabalhando, e não esteve presente em Andaraí quando ocorreu o absurdo”, salienta, em publicação em rede social. Os familiares do suspeito acusado do crime, pretendem realizar queixa contra a vítima que relatou, em depoimento, ter certeza de quem foi o agressor, colocando o nome e descrevendo características.

Conforme os familiares do homem, as características não coincidem com a pessoa apontada na delegacia por uma das idosas. “Me sinto mais tranquila porque ele tem várias testemunhas, desde o ticket da passagem, a companheiros de trabalho, fotos, que comprovam que ele não estava aqui no dia. Já estamos na delegacia para prestar os fatos, e provar todos os álibis que ele tem”, afirma a esposa, que diz aguardar o retorno do companheiro para prestar queixa contra a vítima, com orientações de um advogado.

Lembre o caso
Duas idosas foram atacadas na Rua Campo da Aviação, no município de Andaraí, enquanto caminhavam em direção a uma igreja no dia 22 de novembro. O caso foi registrado na 13ª Coorpin e, segundo boletim de ocorrência, as idosas estavam caminhando quando foram surpreendidas por um homem, conhecido na região, pedindo dinheiro e, em seguida, atacou as idosas. As vítimas chegaram a ter graves lesões na cabeça e precisaram ser levadas para emergência do Hospital Municipal.

Jornal da Chapada

Leia também

#Chapada: Idosas são atacadas na zona rural de Andaraí com pauladas na cabeça; familiares querem investigação

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios