CidadesCuriosidadesEditorialMenu PrincipalTop
Trending

#Salvador: Suíca defende que 50% dos contratados para obras do VLT sejam moradores do Subúrbio

De acordo com o vereador petista, essa prioridade dada aos profissionais que moram na região do subúrbio também vai ajudar a vencer esse cenário econômico devastador em Salvador.

O vereador de Salvador Luiz Carlos Suíca (PT) defende que 50% dos trabalhadores que vão atuar nas obras do VLT sejam moradores do Subúrbio Ferroviário. A defesa está em indicação encaminhada pelo edil ao governo estadual após a atual gestão anunciar o encerramento das ações do trem que atendia toda a região por quase 170 anos. Nesta terça-feira (16), o petista reforçou a medida e disse que “será fundamental para a retomada da economia e para amenizar os impactos da pandemia de covid-19”.

“A criação de postos de trabalho na capital é fundamental para enfrentamento desses efeitos da crise, principalmente para quem vive na periferia. O Brasil tem mais de 14 milhões de pessoas desempregadas e Salvador tem a segunda maior taxa de desocupados entre as capitais. Nos dados divulgados pelo IBGE [Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística], a cidade chega a ter a parcela de 17,7% da população sem trabalho. Sem contar, que sem o carnaval, pelo menos, 60 mil trabalhadores não realizaram suas atividades, deixando de circular R$90 milhões”, descreve Suíca.

De acordo com o vereador petista, essa prioridade dada aos profissionais que moram na região do subúrbio também vai ajudar a vencer esse cenário econômico em Salvador. O governo deve iniciar o processo seletivo nos meses de março e abril, a partir da análise dos currículos dos trabalhadores. Os selecionados iniciarão as atividades no mês de junho. Ainda segundo informações, serão contratados 1.069 profissionais este ano e os demais no início de 2022. As informações são de assessoria.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios