CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolíticaTop
Trending

#Polêmica: Expulso do DEM, deputado Rodrigo Maia diz que ACM Neto é “vice perfeito para Bolsonaro”

Maia entrou em atrito com cúpula do partido por causa da eleição da Câmara Federal, no início do ano.

O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (RJ) disse na última segunda-feira (14) que o presidente do DEM, ACM Neto, “será um vice perfeito pro [Jair] Bolsonaro”. A fala de Maia vem depois de o partido decidir por sua expulsão.

Segundo o deputado, o presidente da sigla é “autoritário”. Maia ainda comparou ACM Neto a Tomás de Torquemada, um dos mais conhecidos nomes da inquisição católica na Europa. Torquemada perseguiu ao longo de sua vida (1420 a 1498) aqueles que aparentavam não seguir os dogmas da Igreja.

A frase sobre ACM Neto ser um bom vice para Bolsonaro, de quem Maia é crítico, foi proferida ao site Poder360. A associação entre o cacique demista e Torquemada foi dita à reportagem, mas também publicada por Maia em sua conta no Twitter.

“O presidente Torquemada Neto, usando o seu poder para tentar calar as merecidas críticas à sua gestão, tomou essa decisão. É lamentável o caminho imposto pelo Torquemada ao partido”, escreveu o ex-presidente da Câmara.

“O partido diminuiu. Virou moeda de troca junto ao governo Bolsonaro”, declarou Maia. O conflito entre Maia e a cúpula do DEM remonta à eleição para sua sucessão na presidência da Câmara. Ele apoiava, junto com partidos da oposição, Baleia Rossi (MDB-SP).

O vencedor, porém, foi Arthur Lira (PP-AL), que teve apoio do Planalto e da maioria dos deputados do DEM. O caso expôs a dissonância de Maia com seus colegas e o deixou sem clima na bancada.

Os deputados do DEM decidiram pedir a expulsão de Maia depois de ele publicar ataques a ACM Neto em redes sociais. Nesta segunda-feira (14) o pedido de expulsão foi aceito pela Executiva do Partido por unanimidade.

Maia é deputado desde 1998. Todas as vezes foi eleito pelo DEM (ou PFL, nome que o partido teve até 2007). Presidiu o partido de 2007 a 2011. Também já foi filiado ao PTB e, antes de ser eleito, ao PDT.

Ainda não está claro se haverá disputa judicial pelo mandato de Rodrigo Maia. Quando um deputado deixa um partido fora do período específico para trocas de siglas, corre o risco de perder o mandato. Quando é expulsão, porém, a chance de isso acontecer é menor.

Maia agora deverá buscar uma nova sigla. A legenda mais cotada é o PSD, pra onde já foi seu aliado Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro, e ainda devem desembarcar outros integrantes de seu grupo político. A redação é do site Poder360.

Etiquetas

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios