CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúde

Carnaval 2014: Campanha incentiva prevenção e garante teste rápido para detectar DSTs

teste
Os resultados do teste saem em 30 minutos | FOTO: Reprodução |

A campanha de prevenção às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) e Aids no Carnaval foi lançada neste sábado (1), em Salvador, pelo ministro da Saúde, Artur Chioro, e o secretário estadual da Saúde, Washington Couto, em ato realizado no Centro de Saúde Especial da Rua Carlos Gomes. O foco da campanha é o programa Fique Sabendo, que oferece o teste rápido para diagnosticar hepatites virais, sífilis e HIV.

Durante o Carnaval, estarão funcionando na cidade três postos de testagem, nos centros de saúde da Carlos Gomes, da Liberdade e em Ondina. Estão previstas a realização de cerca de 150 testes por dia, até o último dia de Carnaval.

O estudante Carlos Santana foi fazer o teste para ficar mais tranqüilo durante o Carnaval. “Fiz porque quero tirar a dúvida, apesar de acreditar que não tenho nada. O exame foi rápido e simples e não impede de curtir o Carnaval. Não perdi nada, só ganhei”, afirmou.

O secretário estadual da Saúde, Washington Couto, explicou que o teste é realizado em toda a Bahia e não apenas no período de Carnaval. Em todo Estado, são realizados mais de sete mil testes anualmente.

Resultado em 30 minutos
Os resultados do teste saem em 30 minutos e, caso o paciente seja detectado com alguma doença sexualmente transmissível ou hepatite, é encaminhada para tratamento com uma equipe multidisciplinar.

Além da testagem rápida, o folião pode se prevenir das DSTs também com os preservativos fornecidos nos circuitos ou nos Postos de Saúde. O Ministério da Saúde enviou ao estado da Bahia, apenas para os meses de fevereiro e março, seis milhões de preservativos, sendo 1,7 milhões para a capital.

Segundo o ministro da Saúde, Arthur Chioro, cerca de 718 mil pessoas vivem com HIV no País, sendo que 150 mil desconhecem sua situação. Atualmente, estão em tratamento com medicamentos antirretrovirais fornecidos gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS), cerca de 340 mil pessoas.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas