Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Chapada: MST ocupa a Fazenda Bom Jardim no município de Ruy Barbosa

mst
Segundo o MST, a proprietária não se opôs à ocupação e ainda disse que tem interesse em negociar com o Incra | FOTO: Divulgação |

Antes mesmo de entrar no mês de manifestações, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), já anuncia como será o Abril Vermelho este ano. É que na madrugada do dia 30 de março (de domingo para segunda-feira) 200 famílias do MST ocuparam a Fazenda Bom Jardim, localizada no município de Ruy Barbosa, na Chapada Diamantina. A ocupação foi liderada por Luciano Pereira, um dos dirigentes estaduais do movimento e coordenador da Brigada Zacarias, com jurisdição em mais de 16 municípios da Chapada. Segundo Pereira, o objetivo da ocupação foi homenagear o Dia Internacional da Mulher, celebrado no início de março, no dia 8, e cobrar ações do governo federal entorno da reforma agrária.

“Reivindicarmos do governo federal a desapropriação da Fazenda Bom Jardim. O MST valoriza a luta das mulheres ao longo da história, defendendo também a importância de sua participação na luta por uma sociedade justa e igualitária. Somos parceiros nos problemas relacionados à violência contra as mulheres e não podemos admitir que em pleno século 21, o machismo impere complicando ainda mais a relação social”, declara Luciano Pereira em contato com o Jornal da Chapada.

foto
200 famílias do MST ocuparam a Fazenda Bom Jardim, em Ruy Barbosa | FOTO: Divulgação |

Já Vilma Mesquita, uma das mulheres do movimento, que participou da ocupação enfatiza que é preciso igualdade em direitos e reforma agrária para valorizar o trabalho das mulheres e para a produção de alimentos saudáveis. “Na sociedade de hoje, as mulheres não podem ficar caladas”.

Segundo informações, a propriedade rural ocupada possui 6 mil tarefas e pertence à produtora rural Maria Angélica. Conforme alguns dos ocupantes, a proprietária não se opôs à ocupação e ainda disse que tem interesse em negociar com o Instituo Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

propriedade
Os sem-terras foram logo arando a terra e semeando milho e feijão | FOTO: Divulgação |

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios