PR condiciona apoio a Dilma a troca de César Borges

Postado em jun 22 2014 - 10:42am por Jornal da Chapada
foto

José Rocha e César Borges | FOTO: Divulgação/Arquivo |

Em encontro no sábado (21), a maioria dos convencionais do PR resolveu delegar à executiva nacional a decisão de apoiar ou não a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). A condição para o apoio, entretanto, é a presidente substituir o ministro César Borges (Transportes). Os convencionais decidiram ainda dar prazo até a próxima semana para que o ministro seja substituído. Borges, que é baiano, se encontra no exterior.

A iniciativa dos convencionais ocorre um dia depois de a executiva nacional ter decidido intervir na seção baiana do partido, comandado na Bahia pelo deputado federal José Rocha, aliado de Borges. Rocha permanece presidente, mas perde o controle da agremiação. As decisões são decorrentes da briga pessoal ocorrida entre Borges e o “dono” do PR, o ex-deputado Waldemar da Costa Neto, preso por envolvimento no mensalão. Do Política Livre

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.