Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Jaques Wagner relata ter sofrido preconceito em restaurante de São Paulo

o governador
O governador da Bahia, Jaques Wagner | FOTO: Reprodução |

O governador Jaques Wagner (PT) relatou nesta quarta-feira (22) um ato de preconceito durante um “bate-boca” com uma pessoa em um restaurante em São Paulo no último sábado (18). O governador estava na capital paulista para fazer campanha e saiu para jantar com a esposa, a primeira-dama Fátima Mendonça, e o filho dela que fazia aniversário. Quando saiu, ouviu uma voz gritando “vai embora daqui, vai”, dito de forma repetitiva. “Eu perguntei se era comigo. Aí teve o bate boca, que eu não ia também aceitar. Pela primeira vez, eu me senti ofendido com essa coisa”, declarou ao jornal A Tarde.

Ele afirma ter sofrido preconceito por ser petista, em um ambiente de “classe média”. O episódio fez o governador lembrar uma declaração do ex-presidente Lula, que comparou os tucanos a nazistas em um comício nesta terça-feira (21), em Recife, capital de Pernambuco. “Eu relatei isso para o presidente Lula e, provavelmente, como eu sou judeu, então ele se referiu a isso”, afirmou Wagner. No comício, Lula comparou os líderes do PSDB a nazistas e a Herodes. “De vez em quando, parece que estão agredindo a gente como os nazistas agrediam no tempo da Segunda Guerra Mundial”, declarou no evento. Do Bahia Notícias.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios