Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Chapada: Prefeitura de Ibicoara é contra extração de minério na região da Cachoeira do Buracão

cachoeira
Um dos pontos turísticos mais visitadas na Chapada Diamantina, a Cachoeira do Buracão está ameaçada por ações de extrativismo em Ibicoara | FOTO: Jornal da Chapada |

A denúncia feita por moradores e ativistas ambientais sobre a ação de uma empresa mineradora no município de Ibicoara, na Chapada Diamantina, e publicada com exclusividade pelo Jornal da Chapada tem dado o que falar. Uma mobilização dos ativistas e moradores com abaixo assinado tentou frear o começo de ações extrativistas da empresa Cabral Resource Mineração e os debates continuam na cidade. A reunião técnica-participativa, na última terça-feira (11), no Espaço Cultural de Ibicoara, tratou justamente deste assunto com representantes da empresa mineradora, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e do Instituto Chico Mendes (ICMBio). No encontro, o prefeito Arnaldo Pires (PSL) declarou ser contra a atuação da empresa na região da Cachoeira do Buracão, um dos pontos turísticos mais visitados em Ibicoara.

Leia também:
Chapada: Chuva em Jussiape eleva barragem e faz rio transbordar; confira imagens
Chapada: Paraguaçu pede socorro; trecho do rio em Iaçu enfrenta problema e morador relata em vídeo

Em e-mail encaminhado ao Jornal da Chapada, a secretária de Meio Ambiente e Turismo do município, a engenheira agrônoma Tatiana Viana Portela Neves, informou que o encontro “não fez parte de nenhuma etapa legal do licenciamento ambiental. Trata-se de uma iniciativa considerada inédita, onde uma prefeitura convida oficialmente todas as instituições envolvidas no processo de licenciamento para discutir questões que envolvam as áreas requeridas pela empresa Cabral Mineração, por meio de alvarás de pesquisa mineral no município, após esta entidade ter negado a declaração de conformidade com a ‘Lei de Uso e Ocupação do Solo’”, aponta a secretária em texto.

pires
O prefeito de Ibicoara Arnaldo Pires | FOTO: Jornal da Chapada |

Na reunião, a comunidade se manifestou e apresentou suas inquietações com protestos pacíficos e ordeiros, como relata a secretária Tatiana Neves. “O ponto alto da referida reunião foi quando o gestor municipal [Arnaldo Pires] disse um sonoro não à empresa [Cabral Mineração], justificando que ‘no município o ecoturismo e a preservação ambiental são prioridades absolutas’”, completa Neves. De acordo com ela, foi neste momento que a plateia se manifestou aplaudindo a atitude do prefeito, que foi o responsável pela criação da Unidade de Conservação onde abriga a Cachoeira do Buracão, ação do seu primeiro mandato.

Segundo Tatiana Neves, durante a reunião, os representantes da Cabral Mineração tiveram a oportunidade de apresentar as atividades de pesquisa por eles realizadas no território municipal, cujo estágio expôs a necessidade de continuar com o estudo para conclusão da viabilidade econômica da exploração. A Secretaria de Meio Ambiente, o Inema e o ICMbio manifestaram suas opiniões com embasamento legal e com ênfase nos aspectos ambientais da área. “Sabemos que a atitude do município por meio do prefeito Arnaldo Pires, em proteger as belezas naturais, servirá de exemplo para todos os gestores da Chapada Diamantina e a empresa certamente recorrerá na Justiça”, frisa Neves. A gestão de Ibicoara espera que além desta negativa, outras deste mesmo teor seja decretada pela Justiça, para que o extrativismo não seja realizado no município.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios