CidadesCuriosidadesMenu Principal

Festival de Violeiros Repentistas acontece em Salvador no domingo

festival
Coordenado por Paraíba da Viola, evento mantém viva a tradição nordestina dos mestres Violeiros Repentistas e Cordelistas | FOTO: Reprodução |

No domingo (31), acontece o XI Festival de Violeiros Repentistas de Salvador na Praça Tereza Batista, no Pelourinho, a partir das 13h com entrada franca. O evento busca reconhecer a importância da literatura de cordel enquanto patrimônio histórico e cultural do povo nordestino e brasileiro, além de divulgá-la para as novas gerações. Foram selecionadas sete duplas de violeiros repentistas e cordelistas que cantarão repentes em diversas modalidades, a exemplo de sextilha, quadra, mote de 7, mote de 10, beira mar, martelo agalopado, rojão, pernambucano e martelo alagoano. A celebração também contará com a apresentação do grupo Samba Chula de São Braz. As duplas receberão um troféu de participação e terão publicadas suas obras em um livreto de cordel confeccionado pelo projeto.

Mesmo sendo de origem bastante remota e dotado de simplicidade, o cordel não deixou de dialogar com a atualidade e mantém sua característica principal: relatar os acontecimentos do cotidiano. Política internacional, ecologia, corrupção e até Internet já viraram temas de cordel. Diante de tantas inovações, os cordelistas tentam manter viva uma das tradições do cordel: a de homenagear seus antepassados. A direção artística do Festival ficou por conta de Paraíba da Viola, repentista autodidata homenageado em dezembro de 2005 pela Fundação Gregório de Matos como Poeta Popular, e que presidiu até 2014, a Ordem Brasileira de Literatura de Cordel (OBLC).

Para saber mais sobre a edição anterior do Festival e Paraíba da Viola acesse respectivamente os link X Festival de Violeiros Repentistas de Salvador e Paraíba da Viola – Plataforma, onde se encontra mais informações. O Projeto XI Festival de Violeiros Repentistas / Salvador-BA é uma realização da Prefeitura de Salvador, através da Fundação Gregório de Mattos, aprovado pelo edital Arte em Toda Parte – ano II (Edição 2014), conta com o apoio do Pelourinho Cultural, Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), Secretaria de Cultura do Governo da Bahia (SECULT) e é uma produção da Plataforma de Lançamento.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas