Fogo na Chapada: Novo incêndio é relatado por brigadista em Andaraí: “Não fomos alertados”

Postado em dez 2 2015 - 9:24pm por Jornal da Chapada
foto5

A Cifa aponta que o fogo atinge a região do Parque Nacional da Chapada Diamantina, em uma área conhecida como “Mamoneira” | FOTO: Meramente Ilustrativa/Dmitri de Igatu |

A suspeita de um novo foco de incêndio na Chapada Diamantina foi confirmada na noite desta quarta-feira (2), pelo presidente dos Combatentes de Incêndios Florestais de Andaraí (Cifa), Homero Vieira. Em contato com o Jornal da Chapada, o brigadista aponta que o fogo atinge a região do Parque Nacional (PNCD), em uma área conhecida como “Mamoneira”. Conforme Vieira, ao longo do dia um avião e um helicóptero sobrevoaram a localidade, mas não foram procurados para acompanhar, nem formar equipe de combate.

“[Da cidade] de Andaraí não dá para se ter uma visão, por isso procurei informações com o nosso ‘mirante’, e ele confirmou o foco. Segundo as informações passadas, até a o final da tarde o fogo continuava. As aeronaves que passavam devem ser do Estado [Inema]. O que nos deixa indignados é a falta de informação, parece que eles seguram as informações como fonte de poder”, dispara Homero Vieira.

Leia também:
Ibama aponta para as ações realizadas durante combate aos incêndios na Chapada Diamantina
Incêndios destruíram quase 8 mil hectares do Parque Nacional da Chapada Diamantina em um mês, diz ICMBio
Vídeo: CQC foca na falta de organização nos combates aos incêndios na Chapada Diamantina
MPF pede que União, Ibama e ICMBio cumpram decisão para estruturar o Parque Nacional da Chapada Diamantina

foto6

Homero Vieira é presidente da Brigada Combatentes de Incêndios Florestais de Andaraí e atual há 30 anos da região | FOTO: Reprodução |

Conforme o brigadista, o normal seria um protocolo mínimo para avisar a brigada local. “Não fomos procurados o dia todo. Parece que o Estado não aprendeu nada nos últimos incêndios. Isso é lamentável, o desrespeito com as brigadas locais, mas quando o bicho realmente pega aí sim eles nos chamam”. Ainda de acordo com o presidente da Cifa, só poderá passar mais informações sobre o fogo nesta quinta-feira (3), pelo fato da área afetada ser muito distante e por trás da Serra.

Focos monitorados
Na tarde desta quarta-feira, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), apontou a real dimensão das áreas queimadas por incêndios florestais no mês de novembro. Entre os dias 1 e 30 foi estimada que 7.909 hectares, o que equivale a 5,20% da área total do Parque Nacional da Chapada Diamantina foram atingidas pelo fogo.

Durante 2015, foram quatro grandes episódios de destruição pelas chamas, e a área total afetada no espaço de preservação ambiental que abrange seis municípios é de aproximadamente 15 mil hectares. Ainda segundo dados do ICMBio, “pequenos focos persistem em áreas inacessíveis, próximo ao Vale do Capão, ao fundo do Morro Branco, mas não ameaçam as outras áreas”. Esses focos seguem sendo monitorados, conforme divulgou o instituto.

Jornal da Chapada

Leia também:
Chapada: Presidente da brigada de Andaraí denuncia a ‘indústria do fogo’ na região
Fogo na Chapada: MPF e MPE recomendam adoção de medidas a órgãos da União, Estado e Municípios
Chapada: Chuva apaga focos de incêndio no Vale do Capão; brigadistas monitoram as áreas afetadas
MPF pede que a Polícia Federal apure se incêndios na Chapada Diamantina são criminosos

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

5 Comentários Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.