Estudantes interrompem link e deixam Fátima Bernardes numa saia-justa; confira

Postado em dez 4 2015 - 3:50pm por Jornal da Chapada
foto5

A Globo revive agora a onda de hostilidade experimentada durante os protestos anti-governo nos últimos dois anos | FOTO: Reprodução |

“O povo não é bobo, abaixo a Rede Globo”. Aos gritos, estudantes contrários ao fechamento de escolas públicas em São Paulo obrigaram a emissora a tirar do ar um link que estava sendo feito na Avenida Paulista, em mais uma manhã de protestos na cidade. A interrupção da entrada ao vivo obrigou Fátima Bernardes, nesta sexta (4), a improvisar um comentário: “Esse é um momento de muita tensão”. Em seguida, a apresentadora retomou as pautas de seu programa, o Encontro. Às 11h50, Fátima chamou novamente a repórter Cristiane Amaral. Posicionada numa aérea afastada do tumulto, a jornalista conseguiu fazer o link sem ser interrompida. A Globo revive agora a onda de hostilidade experimentada durante os protestos anti-governo nos últimos dois anos. Em várias ocasiões, equipes do canal foram alvo de xingamentos e ameaças de agressão.

Confira vídeo:

Alckmin suspende reorganização escolar em São Paulo
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, suspendeu nesta sexta (4) decreto sobre a reorganização escolar no estado. A proposta previa o fechamento de 93 unidades de ensino em todo o estado e a transferência de 311 mil alunos. A medida será detalhada em entrevista coletiva a partir das 13h. Nesta semana, de protestos de estudantes e universitários contrários à proposta se intensificaram. A Polícia Militar tem usado bombas de gás e spray de pimenta para conter as manifestações. Como forma de protesto, estudantes também ocuparam várias escolas.

No dia 1º deste mês, o governo paulista publicou decreto que autorizava a transferência de professores para a implementação da reorganização escolar. Segundo o governo, o objetivo da proposta era separar as escolas por ciclos, entre anos iniciais e finais do ensino fundamental e do médio. O decreto indicava que as transferências ocorrem “nos casos em que as escolas da rede estadual deixarem de atender um ou mais segmentos ou quando passarem a atender novos segmentos”. Com informações do Terra e da Agência Brasil.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.