Novas regras preocupam presidente do TSE; dinheiro do narcotráfico pode financiar campanhas

Postado em dez 11 2015 - 1:17pm por Jornal da Chapada
foto5

A nova norma exigirá do Ministério Público Federal atenção redobrada e uma fiscalização efetiva | FOTO: Meramente Ilustrativa/Internet |

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Dias Toffoli, está preocupado com os financiamentos de campanhas eleitorais de 2016, principalmente com o uso de dinheiro proveniente do narcotráfico. O próximo pleito será o primeiro sem doações de pessoas jurídicas, uma medida prevista na Lei da Minirreforma, que limita uma prática usada por políticos e empresas implicados na Lava Jato. Segundo a Polícia Federal, eles tentavam dar aparência legal a recursos desviados da Petrobras doando-os para campanhas eleitorais.

Leia também:
Brasil: Tribunal Superior Eleitoral garante votação eletrônica nas eleições de 2016

De acordo com o ministro, a nova norma exigirá do Ministério Público Federal atenção redobrada e uma fiscalização efetiva. “Não há mais pessoas jurídicas doando para campanhas, mas nós sabemos que o mundo real busca suas alternativas”, afirmou Toffoli, segundo o Estadão. Toffoli também ressaltou que o perigo de influência econômica de organizações criminosas é maior nas campanhas municipais. “Nesses pleitos, qualquer valor mínimo já pesa muito em toda a campanha”. Com informações do Bahia Notícias.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.