Inscrições para cursos técnicos da Escola de Dança da Funceb começam dia 18

Postado em jan 7 2016 - 2:18pm por Jornal da Chapada
foto5

Quem mora fora de Salvador deve enviar e-mail, solicitando a ficha de inscrição| FOTO: Tomaz Neto |

Estarão abertas entre os dias 18 e 22 de janeiro as inscrições para novos alunos do Curso de Educação Profissional Técnico de Nível Médio em Dança, oferecido pela Escola de Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (Secult). Gratuitas, as inscrições podem ser feitas de forma presencial, para os residentes em Salvador, e pela internet, através do e-mail [email protected], para moradores de outras cidades.

Quem mora na capital deve comparecer à sede da Escola de Dança da Funceb, no Pelourinho, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h30, munido de uma foto 3×4 e cópia da carteira de identidade (RG). No local, os candidatos irão preencher uma ficha, entregue no ato da inscrição.

Já quem mora fora de Salvador deve enviar e-mail para o endereço eletrônico [email protected], solicitando a ficha de inscrição. Os que se inscreverem nessa modalidade precisam aguardar a confirmação de inscrição, a ser encaminhada também por e-mail; caso isso não ocorra, é preciso entrar em contato com a unidade pelo telefone (71) 3116-6641.

Cronograma
São oferecidas 60 vagas para pessoas com ensino médio completo. Os candidatos inscritos passarão por uma seleção específica, constando de atividades técnicas, criativas e de apreciação (escrita). Estas atividades vão acontecer entre os dias 30 de janeiro a 1º de fevereiro, das 8h às 12h30.

O resultado da seleção será divulgado no dia 3 de fevereiro, a partir das 14h, no mural da Escola de Dança e no site da Funceb. A matrícula dos aprovados na seleção será realizada nos dias 11 e 12 de fevereiro, das 8h30 às 12h. A taxa é de R$ 20 por semestre. As aulas terão inicio no dia 15 de fevereiro, das 7h30 às 12h20.

Seleção
Os inscritos devem passar por um teste de seleção, que é composto de três partes. Na aula de técnica, os candidatos são observados quanto ao desempenho em relação às técnicas de movimento em geral. A parte crítica/reflexiva será a avaliação da articulação de ideias em forma de texto dissertativo, a partir de apreciação estética em dança. Já a parte criativa envolve estudos de improvisações e pesquisa de movimento.

As atividades avaliativas são conduzidas pelos professores da Escola de Dança, que, juntos, também compõem a equipe avaliadora. A seleção se baseia no potencial técnico-criativo e reflexivo do candidato, em busca de confirmar seu interesse em atuar profissionalmente em grupos de dança. São observadas também a motivação, a iniciativa, bem como a postura investigativa diante das ações propostas. Com informações da Fundação Cultural do Estado da Bahia.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.