[Entrevista]: Geddel diz que PT enfrenta fim de um ciclo e pagará por isso

Postado em abr 25 2016 - 9:03am por Jornal da Chapada
gedeel

O baiano pode virar ministro caso o impeachment passe e afaste a presidente Dilma | FOTO: Divulgação |

O presidente do PMDB na Bahia e ex-ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, foi um dos principais articuladores do rompimento do seu partido com o governo da presidente Dilma (PT). Nesse momento em que o impeachment da petista avança no Congresso Nacional, o dirigente é visto como um dos homens de força do vice-presidente Michel Temer, mas ele evita traçar cenário de um eventual governo peemedebista.

“Se, eventualmente, o Temer me chamar para algum espaço próximo a ele nessa coisa de elaboração da discussão política, posso examinar com muita simpatia. Mas não tenho o desejo de voltar a participar com cargos no plano federal”, afirmou.Em entrevista à Tribuna, Geddel também critica o discurso do PT de que o impeachment é golpe e diz que o projeto petista está indo à falência.

O peemedebista diz ainda que governador Rui Costa terá o tratamento institucional que a Constituição determina e que “quanto menos vontade de criar problema que ele demonstre, certamente mais apreço terá de um eventual governo Temer”. Confira a entrevista completa no jornal Tribuna da Bahia.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.