Desenbahia liberou R$ 55 milhões para microempreendedores em 2016

Postado em dez 27 2016 - 9:52am por Jornal da Chapada
grana

O objetivo é viabilizar e fortalecer os microempreendimentos familiares | FOTO: Reprodução |

O Programa de Microcrédito do Estado da Bahia (Credibahia) liberou, em 2016, cerca de R$ 55 milhões, beneficiando 18 mil microempreendedores em 177 municípios. A Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia) disponibiliza a linha de microcrédito produtivo e orientado, voltada para empreendedores formais e informais, que geralmente têm dificuldade de acesso ao mercado de crédito convencional. O objetivo é viabilizar e fortalecer os microempreendimentos familiares, com empréstimos de baixo valor, estimulando a geração de renda.

O Credibahia é realizado por uma parceria institucional entre a Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), que administra o programa, a Desenbahia com sua linha de crédito, o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/BA, que capacita a mão de obra, e as prefeituras municipais conveniadas, responsáveis pelo dos salários dos agentes de microcrédito. Segundo a gerente de Microcrédito da Desenbahia, Márcia Fonseca, os microempreendedores entram para o programa com um crédito de R$ 200 e, na medida em que saldam o compromisso, vão aumentando progressivamente os financiamentos até o limite de R$ 10 mil.

Ela enfatiza que o objetivo de abrir as portas do crédito aos microempreendedores vem sendo cumprido. Desde a criação do Credibahia, em 2002, perto de R$ 546 milhões foram aplicados. O programa beneficia uma faixa de trabalhadores que sofre restrição de parte das instituições financeiras comerciais, embora se mantendo nos limites legais e prudenciais da regulação do Banco Central e Tribunal de Contas do Estado.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.