CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúde

#Bahia: Governo diz que novo Hospital Couto Maia será entregue no primeiro semestre

maia
Com investimento de cerca de R$109 milhões, a nova unidade substituirá a edificação original em Salvador, que já não comporta o volume de atendimentos e a complexidade das doenças atuais | FOTO: Divulgação/Sesab |

Com cerca de 70% da construção concluída, o Instituto Couto Maia (Icom), novo hospital da rede da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) e referência em doenças parasitárias e infectocontagiosas, será entregue à população no primeiro semestre de 2018. As obras foram visitadas nesta terça-feira (30) pelo secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas. Cerca de 500 pessoas participam dos trabalhos do espaço, no bairro de Cajazeiras, em Salvador, que abrigará 120 leitos.

O secretário aponta que as obras estão em ritmo acelerado, com previsão de conclusão no fim do mês de abril e inauguração em maio. “O novo Couto Maia virá em boa hora, quando o país enfrenta uma epidemia de doenças virais relacionadas a mosquitos e que tem a Bahia como um dos mais importantes centros de pesquisa para enfrentamento dessas condições”, avalia Vilas-Boas. Ele ainda destaca que a nova unidade será um hospital 4.0 totalmente digital, com prontuário eletrônico, dispensando impressão de papel.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Com investimento de cerca de R$109 milhões, o Icom substituirá a edificação original no bairro do Monte Serrat, que já não comporta o volume de atendimentos e a complexidade das doenças atuais. A oferta de leitos será ampliada de 97 para 120, sendo 20 vagas de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Este é o segundo hospital no estado a ser construído por meio de uma Parceira Público-Privada (PPP). No modelo adotado, os serviços médicos são prestados pelo Estado e os serviços de apoio pelo parceiro privado.

Serão ampliadas ainda as instalações dos Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais (Crie). Além disso, o hospital terá agência transfusional, serviço de reabilitação e de logística. Será implantado também o serviço de apoio diagnóstico, com equipamentos de radiologia, ultrassonografia, tomografia computadorizada, endoscopia digestiva, eletrocardiografia e eletroencefalografia.

A diretora-geral do Hospital Couto Maia, Ceuci Nunes, afirma que o Icom garantirá uma melhor assistência aos pacientes e uma maior segurança para eles e para os trabalhadores. “É um equipamento moderno, com toda tecnologia necessária para o tratamento de doenças como meningite e Aids”, afirma Ceuci Nunes. Ela ressalta que a nova unidade resolverá pontos críticos com novos laboratórios e equipamentos de diagnóstico por imagem. As informações são da Sesab.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios