Itaberaba: Nova ferramenta de comunicação da Ouvidoria deve ampliar relação com a população

Postado em abr 24 2018 - 3:04pm por Jornal da Chapada
what

A ideia é atender com mais eficiência e rapidez a toda a população | FOTO: Reprodução/Arquivo |

As formas de se relacionar mudaram com os anos e continuam em transformação. Por conta disso, a Ouvidoria-Geral do Município de Itaberaba, cidade da Chapada Diamantina, implantou uma nova ferramenta de comunicação para melhorar a relação entre a gestão e o público. É um número para que sejam enviadas mensagens do WhatsApp. A ideia é atender com mais eficiência e rapidez a toda a população, reafirmando o compromisso da gestão ‘Cidade de Todos’, do prefeito Ricardo Mascarenhas (PSB) com a transparência e o respeito para com cidadão.

O anúncio foi feito durante o programa ‘A Hora da Cidade’, da última segunda-feira (20), na Diamantina FM 95.5, pelo ouvidor-geral, Lucas Hayne. Ele fez um balanço da atuação do órgão na resolução de situações cotidianas que envolvem a administração pública municipal em sua relação com direta com a população. Agora, além do 0800 075 4321 e do 3251 0023, a Ouvidoria-Geral do município conta também com essa linha especial que funcionará 24h por dia sete dias por semana para receber reclamações, sugestões e elogios do trabalho da prefeitura de Itaberaba.

O ouvidor Lucas Hayne explica às autoridades outro projeto inovador que é o ‘Itaberaba Monitorada’ | FOTO: Divulgação |

Através do telefone (75) 99230 6900 a população poderá enviar mensagens de texto, áudio e, até mesmo, vídeos. A linha telefônica também estará aberta para receber chamadas, em horário comercial, somando-se aos números acima e ao novo e-mail do órgão: [email protected]. O ouvidor destacou que é muito importante registrar devidamente a reclamação ou sugestão, junto ao órgão ou através de seus diversos canais de contato, para que o fato seja apurado.

“A nossa maior dificuldade, hoje, está relacionada com os contatos informais feitos por aquelas pessoas que entram em contato, principalmente, com programas de rádio, fazem sua queixa e não deixam o seu nome, telefone ou endereço completo para que nós possamos entrar em contato e solucionar o problema”, disse Lucas. Jornal da Chapada com informações de assessoria.

Assista a vídeo divulgado pela prefeitura

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.