CidadesCulturaCuriosidadesMenu Principal

Chapada: Feira Literária de Mucugê terá apresentação de obra rara do escritor Castro Alves

Será encenado o espetáculo ‘A Prole dos Saturnos’, no dia 17 de agosto; uma obra dramática rara e inconclusa do escritor homenageado pela feira | FOTO: Montagem do JC/Diney Araújo |

As várias faces do escritor baiano Castro Alves poderão ser conhecidas e reconhecidas pelo público da Feira Literária de Mucugê (Fligê), ao longo da sua programação, entre 15 e 18 de agosto. Muitos conhecem o poeta, ora romântico, ora político, mas são poucos os que tiveram acesso a seus textos para o teatro. Na Fligê, será encenado o espetáculo ‘A Prole dos Saturnos’, obra dramática rara e inconclusa do escritor homenageado pela feira.

A apresentação será no dia 17 de agosto (sábado), às 19h30, no palco da Praça dos Garimpeiros. Essa será a primeira vez do espetáculo no interior da Bahia, em praça pública e numa feira literária. A Fligê é uma realização em parceria do Instituto Incluso, Coletivo Lavra e Governo do Estado.

O Espetáculo
Baile e velório, amor e remorso, vida e morte. A encenação é calcada em antíteses, figura de linguagem preferida do poeta dos escravos. Segundo Edvard Passos, diretor da montagem, a peça é uma tragicomédia, como definiu Pedro Calmon, uma relíquia cheia de peripécias absurdas que restitui o humor, a vibração, a irreverência e revela outra faceta do poeta: a de homem de teatro.

O texto para o teatro de Castro Alves, ‘D. Juan ou A Prole dos Saturnos’, esteve perdido por quase 50 anos após a morte do poeta. Quando foi publicado, estava incompleto. Nunca teve uma publicação exclusiva, nem qualquer destaque. Talvez, por esses motivos, raríssimas pessoas conheçam a peça, que não tinha sido levada à cena até 2015.

Foi nesse ano, em Portugal, que Edvard fez a primeira montagem, em sua estreia internacional como encenador. No ano seguinte, o espetáculo chega em Salvador com apresentações no TCA e no Teatro Martim Gonçalves. Em 2017, a Academia Brasileira de Letras recebe o espetáculo, no Rio de Janeiro, e em 2018, o espetáculo voltou à cena em Salvador, com elenco totalmente baiano.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Sinopse
O Dr. Marcus administra uma porção feita com ervas da floresta amazônica que leva a Condessa Ema à morte. Uma falsa morte. Um ardil, um pacto louco e secreto entre a dupla que, desvairados de paixão, desejam começar uma nova e clandestina vida longe do Conde Fábio e de Romeu, marido e filho da Condessa, respectivamente. As informações são de assessoria.

Ficha Técnica
Dramaturgia: Castro Alves
Direção: Edvard Passos
Figurino: Moncho Rodriguez
Luz: Allison de Sá
Trilha: Narciso Fernandes
Coreografia: Rita Brandi
Elenco: Danilo Cairo, Giovanna Lima, Leandro Villa e Mariana Borges
Assistente de Direção: Allisson de Sá
Produção: EP Produções
Co-produção: Fafe Cidade das Artes

Leia também

Chapada: Fligê terá apresentações musicais de Ana Cañas, Larissa Luz e Renato Braz na edição deste ano

Chapada: Feira Literária de Mucugê homenageia Castro Alves em 2019; evento será entre 15 e 18 de agosto

Chapada: Feira Literária de Mucugê em homenagem a Castro Alves terá Edvard Passos e Jackson Costa

Chapada: Feira Literária de Mucugê divulga nomes de escritores confirmados e deixa público ansioso

Chapada: Poeta português vai abrilhantar edição 2019 da Feira Literária de Mucugê

Chapada: Jackson Costa fala sobre participação na Fligê e ‘Sarau do Poeta’ em entrevista

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas