CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolícia
Trending

Bahia tem maior redução em crimes a instituições financeiras, apontam dados da SSP

A desarticulação de quadrilhas especializadas, durante operações conjuntas entre as polícias Militar e Civil, auxiliou para que este resultado fosse alcançado.

A Bahia alcançou a menor média mensal de ataques a bancos em 2019, em relação aos últimos seis anos. A pontuação de casos por mês, que era 22,3 em 2013, caiu para 4,4 este ano. Isso graças ao trabalho integrado entre as forças de segurança estadual. A desarticulação de quadrilhas especializadas, durante operações conjuntas entre as polícias Militar e Civil, auxiliou para que este resultado fosse alcançado.

Na última grande operação, 11 bandidos integrantes de um grupo criminoso que atuava no sudoeste baiano foram encontrados em Minas Gerais, durante a Operação Divisa Livre, realizada pela Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Litoral Norte, Rondas Especiais (Rondesp) Central, Comando de Policiamento Regional Central com apoio da Polícia Federal e a Polícia Militar de MG. Nesta ação foram retirados de circulação seis fuzis, 100 kg de explosivos, quatro carros clonados, além de outras armas e materiais de crimes.

Segundo o comandante de Operações da PM, coronel Humberto Sturaro, as equipes de policiamento especializado estão continuamente alinhadas e treinadas para ações deste tipo. “Mantemos o efetivo capacitado e constantemente desenvolvendo operações de combate aos crimes contra instituições financeiras. Esta é mais uma demonstração da união das polícias estadual e federal no trabalho repressivo e preventivo”, disse.

O titular do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), delegado Marcelo Sansão, destacou que o trabalho em rede é o grande diferencial da segurança da Bahia. “Sempre estamos atuando em parceria não só com as nossas forças, quanto com a PF e PM de outros estados. Isso facilita na identificação dos autores de crimes que migram para outras regiões. Tudo isso tem sido muito útil para o trabalho de inteligência”.

Em relação ao ano de 2018 também há decréscimo nesta modalidade de crime. De janeiro a setembro deste ano, o estado apresentou queda de 21,6% nas ocorrências tentadas e consumadas a instituições financeiras, totalizando 11 casos a menos que o mesmo período do ano passado, passando de 51 em 2018, para 40 este ano.

“Parabenizo as equipes que estão sempre prontas para qualquer situação. Todo mundo ganha, tanto a população, quanto nós, que vivemos em prol de um trabalho bem feito”, ressaltou o secretário da Segurança Pública, Maurício Tele Barbosa. As informações são de assessoria.

Leia também

Oito homens morrem em operação conjunta e contínua da polícia da Bahia em região de Minas Gerais

Polícia captura em MG os dois últimos integrantes de quadrilha que pretendia roubar bancos na Bahia

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas