CidadesCuriosidadesEducaçãoMenu Principal
Trending

Movimento social quer manter entrega de cestas com doações de parceiros em Salvador

A direção do Mais aponta, ainda, que “a ação tenta chegar onde o braço do estado não alcança”.

Os bairros de Cassange, Parque São Cristóvão, Bairro da Paz e São Cristóvão, todos em Salvador, foram beneficiados com a entrega de cestas básicas via projeto do Movimento de Articulação e Inclusão Social (Mais). A primeira etapa da ação foi encerrada nesta segunda-feira (22) após sete dias de atuação dos membros do movimento social, mas a entidade quer manter a distribuição até o fim da pandemia da covid-19. Para a presidente do Mais, a professora Cláudia Oliveira, a ideia é atender famílias em situação de vulnerabilidade social e que estão fora de programas sociais.

“Esperamos manter diferentes etapas dessa ação. Sabemos da importância da segurança alimentar neste momento tão difícil de crise sanitária. Ainda mais quando lutamos contra o vírus e contra a inércia do governo federal. Não podemos deixar que crianças, adolescentes e idosos padeçam diante da fome. O Brasil tinha saído da linha da extrema pobreza, mas em pouco tempo de gestão irresponsável voltamos rapidamente a figurar como um país onde mais cresce a pobreza”, salienta Cláudia. Ela informa que, nesta primeira etapa, foram distribuídas mais de 100 cestas básicas e materiais de limpeza.

A direção do Mais aponta, ainda, que “a ação tenta chegar onde o braço do estado não alcança”. De acordo com o membro da direção do movimento, Léo Oliveira, assim que mais suprimentos forem doados por parceiros, novas famílias serão atendidas pelo projeto social. “Começamos no dia 15 de junho com a ação e finalizamos a primeira etapa. Tenho certeza que, com a ajuda de parceiros, vamos conseguir mais cestas para doação. Essa ação veio para contemplar, em especial, as mulheres chefes de família, hoje desempregadas, e desassistidas pelo governo”, completa Léo. As informações são de assessoria.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios