Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal
Trending

#Brasil: Moro volta a dizer que Bolsonaro não tem agenda de combate à corrupção; “Só o conheci após a eleição”

Além disso, ele negou qualquer tipo de perseguição ao ex-presidente Lula.

O ex-ministro da Justiça do governo Bolsonaro, Sérgio Moro, fez revelações na manhã desta segunda-feira (13). De acordo com Moro, ele deixou a gestão federal por entender que Jair Bolsonaro não tem agenda de combate à corrupção.

“Só o conheci após a eleição dele. Ele disse que a gente teria oportunidade de consolidar os avanços anti-corrupção. Assumi compromisso com o presidente e percebi, no fundo, que ele não tem compromisso com essa agenda. Fui para fazer esse trabalho e quando vi que não tinha condições, saí. Se tivesse boas intenções, estaria lá até hoje e cavaria uma vaga no supremo. No combate à corrupção faltou apoio do Palácio do Planalto”, afirmou em entrevista para a rádio Metropole.

Além disso, ele negou qualquer tipo de perseguição ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). “A gente sabe que o presidente Lula fez coisas boas,como o Bolsa Família. É uma figura que tem história. Era meu dever como juiz proferir sentença diante das provas demonstradas. A defesa dele tenta colocar como perseguição. mas minha sentença foi confirmada em outras instâncias. Há uma gama de provas significativas”, finaliza. A redação é do portal Muita Informação.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios