CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolíticaTop
Trending

#Chapada: Ex-prefeito João Filho é notificado para se defender em processo que pode lhe deixar inelegível em Itaberaba

O político é acusado de inúmeras irregularidades envolvendo o erário, inclusive foi protagonista do quadro ‘Cadê o Dinheiro que Tava Aqui’, do programa dominical da Rede Globo, ‘Fantástico’.

O ex-prefeito de Itaberaba, João Almeida Mascarenhas Filho (PL), foi notificado para se defender em processo que pode lhe deixar inelegível e de fora da corrida eleitoral para a prefeitura do município portal de entrada da Chapada Diamantina. A informação foi confirmada ao Jornal da Chapada, nas primeiras horas deste sábado (3), após publicações de despacho do juiz eleitoral Matheus Martins Moitinho.

De acordo com o despacho, a data da decisão é de 2 de outubro, portanto, na última sexta-feira, a notificação já foi emitida e a defesa de João Filho pode recorrer em sete dias. “Notifique-se o impugnado para, querendo, apresentar contestação no prazo de sete dias conforme art. 41, caput, da Res. TSE [resolução do Tribunal Superior Eleitoral] nº 23.609/2019”, aponta o despacho do juiz Moitinho.

Veja o despacho completo emitido pelo juiz eleitoral Matheus Martins Moitinho | FOTO: Divulgação |

A informação esquenta o cenário político em Itaberaba. João Filho é acusado de inúmeras irregularidades envolvendo o erário, inclusive foi protagonista do quadro ‘Cadê o Dinheiro que Tava Aqui’, do programa dominical da Rede Globo, ‘Fantástico’. Sua gestão teria desviado mais de R$1 milhão por mês. O Ministério Público Federal também já tinha opinado pela inelegibilidade do político.

Conforme informações de bastidores, a irmã de João Filho, a ex-secretária Marigilza Mascarenhas, já estaria sendo cotada como sua possível substituta na chapa que tem como vice José Carlos Silva, o popular ‘Cacai’, do PL. No entanto, Marigilza é também apontada como membro do grupo que atuava para lesar o erário em Itaberaba. Ela aparece como ré junto com mais sete pessoas, entre elas o irmão João, e com outras pessoas ligadas à empresa Cooper – Cooperativa dos Profissionais de Saúde. O ex-prefeito João Filho teve mais de R$9 milhões bloqueados pela justiça federal em decisão liminar que o acusa de improbidade administrativa.

Jornal da Chapada

Leia também

‘Cadê o dinheiro que tava aqui’: Justiça federal bloqueia mais de R$9 milhões do ex-prefeito de Itaberaba João Filho

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios