Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu PrincipalTop
Trending

#Eleições2020: Candidatos na Bahia aguardam decisão da Justiça Eleitoral para assumir prefeituras

Com registros indeferidos por abuso de poder e ficha-limpa, candidatos aguardam julgamento em instância maior.

Em quatro municípios da Bahia, candidatos a prefeito que venceram as eleições, no último domingo (15), estão aguardando a decisão da Justiça Eleitoral para conseguirem assumir a gestão das cidades. Os municípios de Cabrália, Firmino Alves, Uruçuca e Brejolândia tiveram candidaturas indeferidas por abuso de poder e enquadramento na Lei Ficha limpa.

Em Brejolândia, cidade do extremo oeste baiano, com 53,94% dos votos, foi eleito Edezio Bastos (DEM) e mesmo com 3.983 votos a seu favor, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informa que o candidato está enquadrado na Lei da Ficha Limpa, ainda com registro indeferido.

Em Firmino Alves, no oeste, foi a vez de Padre Agnaldo (PDT), que segundo a Justiça Eleitoral há uma investigação contra o candidato de abuso de poder e indeferiu o registro. Ele foi eleito com 50,01% e teve 2.092 votos. Derrotou nas urnas o candidato Samuel, que ficou em segundo lugar com 47,81% dos votos.

Já em Santa Cruz de Cabrália, sul do estado, Agnelo Santos (PSD) venceu por 40,12% dos votos e foi enquadrado, também, na Lei da Ficha Limpa e com registro indeferido não pode assumir a prefeitura. Seguindo o sul da Bahia, em Uruçuca, Moacyr Leite (DEM) passa pelo mesmo sufoco que conseguir uma decisão positiva do TSE.

O candidato venceu as eleições com 51,75%, totalizando 6.932 votos válidos, mas seu registro foi indeferido por investigação sob a Lei da Ficha Limpa. Todos os candidatos recorreram a decisão do TSE e aguardam julgamento por instância maior. Jornal da Chapada com informações do site Criativa Online.

Etiquetas

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios