CidadesCuriosidadesEconomiaMenu PrincipalTop
Trending

#Brasil: Fábrica da Ford encerra as atividades no país; na Bahia, Rui discute alternativas para manter geração de emprego

Aproximadamente cinco mil empregos serão afetados com a reestruturação no Brasil e na Argentina — o país vizinho sofrerá ajustes pelo encerramento da produção no Brasil.

A fábrica Ford anunciou nesta segunda-feira (11) que encerrará a produção de veículos em suas fábricas no Brasil. A unidade de Camaçari, que produzia KA e EcoSport, e Taubaté, onde eram feitos motores e transmissões, serão fechadas imediatamente, reduzindo a produção às peças para estoques de pós-venda. No último trimestre de 2021, será fechada também a planta da Troller, em Horizonte. A montadora está no país desde 1919.

A marca, que fechou 2020 como a 5ª que mais vendeu carros no país, com 7,14% do mercado, manterá o Centro de Desenvolvimento de Produto, na Bahia, e o campo de provas e sua sede administrativa para a América do Sul, ambos no estado de São Paulo. Em comunicado, a marca diz que a decisão foi tomada “à medida em que a pandemia de covid-19 amplia a persistente capacidade ociosa da indústria e a redução das vendas, resultando em anos de perdas significativas”.

Questionada pelo G1, a Ford disse que aproximadamente cinco mil empregos serão afetados com a reestruturação no Brasil e na Argentina — o país vizinho sofrerá ajustes pelo encerramento da produção no Brasil. Ao todo, a empresa possui 6.171 funcionários no Brasil. Em Taubaté, 830 funcionários serão demitidos. A fábrica de Horizonte emprega 470 pessoas. Com a decisão, os modelos nacionais terão suas vendas interrompidas assim que terminarem os estoques.

A empresa garante, porém, que todos os clientes seguirão com assistência de manutenção e garantia. A partir da decisão, a Ford diz que o país passará a ter modelos importados, principalmente das unidades de Argentina e Uruguai, além de outras regiões fora da América do Sul. Em comunicado, a montadora confirma a venda dos novos Transit, Ranger, Bronco e Mustang Mach1 no Brasil.

A unidade em Camaçari, na Bahia, foi fechada | FOTO: Divulgação |

Ação do governo na Bahia
Diante da notícia o Governo do Estado lamentou o encerramento da produção nas plantas da Ford, além de destacar os impactos socioeconômicos consequentes do fechamento da empresa, importante geradora de empregos e renda no estado. Assim que foi informado, o governador Rui Costa entrou em contato com a Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) para discutir a formação de grupo de trabalho para avaliar possibilidades alternativas ao fechamento. O governo estadual também entrou em contato com a Embaixada Chinesa para sondar possíveis investidores com interesse em assumir o negócio na Bahia.

A decisão da Ford foi informada ao governador Rui Costa durante reunião virtual com representantes da empresa nesta segunda-feira. Em nota distribuída à imprensa, a Ford afirma que “a persistente capacidade ociosa da indústria e a redução das vendas, resultando em anos de perdas significativas”, são motivadores da decisão. As informações são do G1 e da Secom-BA.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios