CidadesCuriosidadesEditorialMenu PrincipalTop
Trending

#Brasil: Ex-presidente Lula pede a premiê da Itália que G20 envie vacina contra a covid-19 a países pobres

Apelo foi feito pelo ex-presidente durante entrevista ao canal de TV italiano Sky TG24. Líder petista tem falado à imprensa internacional com frequência e vem estabelecendo interlocução com governos estrangeiros.

O ex-presidente Lula fez um apelo ao primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, para que as nações ricas que integram o G20 enviem vacinas aos países mais pobres, que têm apresentado dificuldades para adquirir imunizantes em meio à pandemia da Covid-19.

Lula se dirigiu ao chefe de Governo da Itália durante uma entrevista que concedeu ao canal de notícias Sky TG24, que tem sede em Milão, e rogou aos líderes de países desenvolvidos que pensem nos seres humanos que vivem em estados que não têm condições de comprar vacinas.

“Existe sempre um modo de marginalizar uma parte da humanidade. Então, se pudesse enviar uma mensagem a Draghi, diria que é importante que no G20 de outubro seja tomada a decisão de compensar as deficiências de vacinas nos países mais pobres. O apelo que eu gostaria de fazer é este: a vacina não deve ir apenas para quem pode comprar, mas sim para todos os seres humanos”, clamou o ex-presidente brasileiro.

“Já mandei uma mensagem a Biden, Macron, Angela Merkel e à China. Eles devem estender a mão a quem não tem possibilidade”, revelou Lula, que afirmou ainda que, no seu entendimento, “todos os países, independentemente de sua condição econômica, precisam receber vacinas, porque todos os habitantes do planeta têm direito de ser tratados com dignidade”.

A Itália preside atualmente o G20 e deve receber a cúpula dos países mais ricos do mundo no final de outubro, entre os dias 30 e 31. O encontro dos chefes de Estado e de Governo ocorrerá em Roma e terá como pauta principal os desafios lançados pela pandemia, que já completou um ano e meio, e as novas perspectivas para uma vacinação mais abrangente e eficiente das populações, visando a uma retomada gradual e efetiva da normalidade. A redação é do site da Revista Fórum.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios