Paulo Souto propõe a criação de centros regionais de assistência médica

souto

Populares recebem o pré-candidato Paulo Souto em Irecê | FOTO: Valter Pontes/Coperphoto |

“Vamos implantar centros de assistência médica para consultas e exames em cada região, para atender os baianos que hoje sofrem com a precariedade da saúde pública”, anunciou o candidato da oposição a governador, Paulo Souto, na manhã deste domingo (29), no espaço Gran Fest, em Irecê, onde participou de um encontro com lideranças políticas regionais, ao lado dos companheiros de chapa Joaci Góes (vice) e Geddel Vieira Lima (senador). Para Souto, não há propaganda de governo que consiga esconder a realidade cruel de pessoas morrendo nas filas dos hospitais e esperando meses para realizar um simples exame. “Assim como na saúde, a tragédia se reproduz na segurança pública, com o descontrole total da criminalidade e da violência, bem como na educação, cujo descaso fulmina o futuro de nossos jovens”.

Paulo Souto ainda assumiu o compromisso de interligar, caso seja eleito, as regiões produtoras de Irecê, Barreiras e Juazeiro com a construção de uma estrada entre Sento Sé e Xique-Xique. “Com a integração, vamos fortalecer as economias regionais”. O evento deixou evidente que a onda azul se espraia por todo o interior da Bahia. Comitivas de Xique-Xique, Central, Itaguaçu, Ibititá, Canarana e Ibipeba lotaram o espaço Gran Fest, onde o ex-petista Militão liderava um grupo com representantes de Lapão e de várias outras cidades.

paulo

Paulo Souto com comitiva durante visita ao município de Irecê | FOTO: Valter Pontes/Coperphoto |

Em seu pronunciamento, Militão advertiu a chapa de seu ex-partido, o PT: “Não chame gente séria de mentirosa”. Já o prefeito de Irecê, Luizinho Sobral, enfatizou a necessidade de recuperação da saúde pública na Bahia, que vive um verdadeiro caos. No encontro político, o ex-prefeito do município, Beto Lélis, lembrou que, quando esteve à frente da cidade e Paulo Souto era governador, mesmo na oposição, sempre foi tratado de forma republicana e honesta. Destacando os bons projetos soutistas na região, ele afirmou que Paulo Souto era um estadista. “Com Souto governador e Geddel no Senado vamos tirar a Bahia desse estado de letargia e corrupção em que se encontra”.

O prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo, observou que a chapa da oposição reúne um apoio recorde de partidos políticos. “Isso não é comum no mundo político. Só quem tem o povo ao lado detém essa força. A Bahia quer mudar de verdade”. O candidato a senador, Geddel Vieira Lima, condenou os gastos exorbitantes do governo petista com propaganda, quando deveria destinar tanto dinheiro para as necessidades básicas como segurança, saúde e educação. “Não adianta ficar propagandeando na TV que a Bahia vai bem, que a polícia melhorou, quando 37 mil baianos foram assassinatos nos últimos sete anos e meio e a polícia fez duas greves em dois anos”, afirmou. Para Geddel, o PT só aproveitou a conquista do poder na Bahia para melhorar a vida dos próprios petistas.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.