Desaparecida há dez dias, mulher de Amarildo é encontrada no Rio de Janeiro

amarildo

Beth saiu de casa no último dia 30 depois de ter sido encontrada alcoolizada pelas ruas da Rocinha | FOTO: Fernando Frazão/Agência Brasil |

Elizabeth Gomes da Silva, de 48 anos, mulher do pedreiro Amarildo de Souza, que estava desaparecida havia dez dias, foi encontrada em Cabo Frio, na Região dos Lagos, segundo o advogado da família, João Tancredo. De acordo com Tancredo, a mulher telefonou para familiares avisando que estava bem e viva. Segundo parentes, Beth saiu de casa no último dia 30. O advogado afirma que a mulher de Amarildo está sofrendo de depressão profunda e bebe compulsivamente. Pouco antes de ser localizada, os filhos haviam ido à 11ª DP (Rocinha) para formalizar o desaparecimento, a pedido do delegado titular, Gabriel Ferrando. Os seis filhos do casal, com idades entre 7 e 22 anos – sendo duas de um casamento anterior de Beth, estavam desesperados sem saber o paradeiro da mãe, temendo que ela tivesse o mesmo destino do pai.

Amarildo foi visto pela última vez no dia 14 de julho do ano passado, quando foi levado para a sede da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha. Vinte e cinco policiais militares são acusados de terem torturado, matado e desaparecido com o corpo do ajudante de pedreiro. João Tancredo acredita que, por estar desorientada, ela não conseguiu voltar para casa. “A Justiça concedeu atendimento psicológico, mas ela não consegue fazer o tratamento. A clínica, que é pública, só atende em horário comercial. Como Beth trabalha como diarista, não pode comparecer nos dias de consulta. Nos últimos dias, a depressão aumentou e também o consumo de álcool”, informou o advogado. Os filhos também pensaram que ela pudesse ter viajado para Natal, no Rio Grande do Norte, onde a mãe de Elizabeth mora. Ligaram, mas a avó também não tinha informações. Por fim, buscaram em hospitais e necrotérios. Extraído do Correio 24h.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.