Chapada: Árvore em risco de extinção é descoberta por bióloga baiana na região

Postado em jul 20 2014 - 9:56pm por Jornal da Chapada
foto

| FOTO: Nádia Roque/Divulgação |

Uma nova espécie de árvore descoberta na região da Chapada Diamantina, na Bahia, foi considerada “em perigo de extinção” por pesquisadores. Batizada de Anteremanthus piranii, em homenagem ao botânico e professor da Universidade de São Paulo (USP) José Rubens Pirani, autor de estudos sobre botânica no Brasil, a árvore cresce até cinco metros de altura e nasce entre fendas de rochas. Segundo reportagem do portal Uol, a descoberta foi feita durante pesquisas de mestrado da bióloga baiana Fernanda entre 2011 e 2012. O seu trabalho dela era realizar o levantamento florístico das espécies da família Asteraceae, na Serra Geral de Licínio de Almeida, cidade do interior da Bahia.

Para considerá-la como espécie nova para a ciência, ela realizou estudos sobre habitat em laboratório, com amostras da árvore, consultas a acervos de herbários e contou com o apoio da pesquisadora Nádia Roque, especialista na família Asteraceae. Os ramos dela têm coloração creme, as folhas são verde-acinzentada e as flores de pétalas brancas possuem um lilás nas pontas. A árvore é encontrada em locais com altitude entre 800 a 900 metros de altura, numa área de transição entre caatinga e cerrado. A descoberta ganhou destaque na penúltima edição (maio de 2014) de uma das revistas de botânica mais conceituadas dos Estados Unidos, a “Systematic Botany”. Do site Bahia Notícias.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.