Propaganda eleitoral gratuita vai potencializar campanhas de Dilma, Rui e Otto, diz deputado

Postado em ago 20 2014 - 3:57pm por Jornal da Chapada
rui

Valmir acredita que Dilma, Rui Costa e Otto Alencar vão crescer com a propaganda eleitoral gratuita | FOTO: Vaner Casaes/Divulgação |

“Vejo o início da propaganda eleitoral gratuita como um divisor de águas nas campanhas de Rui Costa para governador da Bahia e Dilma Rousseff para presidente. É como um clássico de futebol, onde antes da partida todo mundo comenta, fala o que bem entende, arrisca placar, mas o jogo em si só é decidido dentro de campo”. Com essa fala, o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) explica a importância do início dos debates na televisão. A propaganda eleitoral começou na terça-feira (19) e segue até o dia 2 de outubro. “Dilma tem o maior tempo de programa, são 11 minutos e 24 segundos, com o programa de governo do PT e dos oito partidos da base aliada. Acredito que essa campanha será positiva e com muitos debates envolvendo a sociedade”, frisa Valmir, lembrando que o candidato ao Senado Federal na chapa petista, Otto Alencar, também crescerá com a propaganda eleitoral.

valmir

O deputado federal Valmir Assunção | FOTO: Catarine Brum |

De acordo com o petista, o programa petista propôs comparação do atual governo Dilma com os anteriores da oposição, mas destaca também a queda na taxa de desemprego e os números de geração de empregos formais nos governos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Esse impulso na campanha de Dilma vai refletir aqui na Bahia e Rui Costa deve seguir essa mesma diretriz. Tanto que na área de moradia, por exemplo, foram destacadas a construção de 600 mil casas pelo Minha Casa, Minha Vida e outras obras fundamentais para os estados e municípios, como rodovias, complexos viários, viadutos, obras de mobilidade, além do programa Mais Médicos”, completa Valmir.

Para o petista, a criação da maior rede de proteção social do mundo, o Brasil sem Miséria, vem acabando com a pobreza extrema e chegando em localidades rurais e de povos tradicionais. “Isso sem falar que esse primeiro programa eleitoral já mostrou nossos avanços em infraestrutura e no pré-sal, com 75% dos royalties do petróleo destinados para investimentos na educação e 25% na saúde”. O horário eleitoral está dividido em dois blocos diários. Nas rádios, a transmissão vai das 7h às 7h25 e das 12h às 12h25. Na televisão, o primeiro bloco se inicia às 13h e vai até as 13h25. À noite, a propaganda é retomada das 20h30 às 20h55.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.