Situação degradante do Hospital de Conquista reflete saúde do PT, diz Paulo Souto

Postado em set 24 2014 - 3:19pm por Jornal da Chapada
valter

Paulo Souto durante ato de campanha em Conquista | FOTO: Valter Pontes/Coperphoto |

“O Hospital Geral de Vitória da Conquista é o exemplo mais eloquente do caos da saúde na Bahia”, assinalou o candidato a governador, Paulo Souto, da coligação “Unidos pela Bahia”, durante a grande Carreata 25 que percorreu a cidade na manhã desta quarta-feira (24). Ao lado dos companheiros de chapa Joaci Góes (vice) e Geddel Vieira Lima (senador), Souto, por onde passava, recebia acenos de aprovação do povo conquistense.

“Com muito trabalho, vamos tirar a saúde da Bahia do estado de degradação a qual foi deixada pelo governo do PT”, afirmou Paulo Souto, comprometendo-se a mudar o quadro atual quando os baianos estão morrendo por falta de assistência nos hospitais estaduais. “Há pouco tempo, a pujante Vitória da Conquista virou notícia nacional por causa da lastimável situação em que se encontra o Hospital Geral”, lembrou Souto, ao lado do candidato a deputado federal Edgar Mão Branca.

Marcelo Melo, outro candidato a deputado federal da região, destacou que o hospital ganhou o nome de “Faixa de Gaza”, devido à condição degradante a que são submetidos os pacientes em macas e no chão dos corredores. “Não são poucas as pessoas que têm ido a óbito por falta de atendimento”, disse Marcelo, com a aprovação dos candidatos estaduais Luciano Ribeiro e Hérzem Gusmão.

Nesta tarde de quarta-feira, a chapa majoritária da coligação “Unidos pela Bahia” fez caminhada em Belmonte. Durante o corpo a corpo, Paulo Souto anunciou que vai construir a estrada Belmonte-Canavieiras, atendendo uma antiga reivindicação regional. “O governo do PT virou as costas para o Extremo-Sul, mas nós reconhecemos a importância desta região e vamos trabalhar pelo progresso de seu povo. A estrada Belmonte-Canavieiras é uma das obras que pretendo fazer aqui”.

A proposta de Paulo Souto foi ratificada por Geddel, que garantiu, se eleito senador, envidar esforços em Brasília para conseguir os recursos necessários à execução da obra. “Esta estrada vai encurtar em muito a distância que hoje percorremos para irmos de Belmonte a Canavieiras”, comemorou o ambulante Evilásio Nascimento. “Eu perco mais de três horas para chegar em Canavieiras, A nova estrada vai facilitar a minha vida”, comentou Sonia Alcântara.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.